NA PELEJA PELO RECONHECIMENTO SOCIAL. O caso das pescadoras artesanais da Colônia Z-10 de Itapissuma

Maria Luiza Lins e Silva Pires, Pedro Arthur Tenório Silveira de Albuquerque, Yasmina Pimentel Victor Juste

Resumo


Discute-se, neste trabalho, a representação que a pescadora tem de sua atividade, destacando o papel da colônia de pescadores na construção da identidade profissional feminina. A pesquisa, realizada no litoral norte de Pernambuco, no período de 2009 a 2011, revela que a colônia se constitui como um instrumento importante na regularização e no reconhecimento da profissão.  A importância deste estudo está em aprofundar o objeto sociológico “mulher pescadora”, a partir da forma como se concebem, se definem e representam as suas práticas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427