DINÂMICAS DO FEMINISMO CONTEMPORÂNEO: ANÁLISE DA FORMAÇÃO DA #PARTIDA (2015-2017)

Gabriela Luiz Scapini, Mayara Bacelar Rita, Maria Florência Guarche Ribeiro

Resumo


O movimento feminista brasileiro cresceu substancialmente nos anos recentes. A diversidade de blogs feministas e diferentes articulações possibilitadas pelo feminismo na web têm contribuído para o crescimento e fortalecimento do movimento no país. Face a essa conjuntura, no ano de 2015, observou-se a emergência de um projeto político feminista em nível partidário: cria-se o projeto a #partidA, uma tentativa de formar um partido político ligado ao feminismo. Trazendo uma proposta ético-política feminista de democracia radical, a #partidA é formada por militantes e intelectuais de diversas regiões do país que articulam-se majoritariamente através de mecanismos de web. Neste trabalho, busca-se analisar a construção desse novo partido político, resgatando a sua formação e trajetória recente e verificando como esse movimento surge enquanto uma alternativa que busca superar a dicotomia entre institucionalização e autonomização através da iniciativa de criação de um movimento social que funcione como partido político feminista. A metodologia de pesquisa utilizada será a qualitativa, com o uso de análise de conteúdo das postagens oficiais da #partidA localizadas na web; também utilizam-se informações adquiridas em entrevistas realizadas com integrantes do eixo-sul buscando maiores informações sobre o movimento.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427