A FILOSOFIA MARGINAL DE MAX WEBER

Frédéric Vandenberghe

Resumo


Na famosa palestra “A ciência como vocação” de 1918, Max Weber sai do armário filosófico. Uma leitura filosófica da sua sociologia, a qual revela sua filosofia nas margens de seus escritos sociológicos, mostra que sua sociologia se baseia numa visão de mundo [Weltanschauung] desencantada, bem como numa ideologia decisionista e numa epistemologia nominalista.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427