POR QUE OS ESCRITOS DE GUERREIRO RAMOS E JÚLIO BARBOSA AJUDAM A DECIFRAR OS RELATÓRIOS REGIONAIS DO DESENVOLVIMENTO HUMANO (PNUD/ONU)?

Maria José Rezende

Resumo


A temática do desenvolvimento foi, ao longo de anos, uma das principais preocupações das teorias assentadas no modelo das possibilidades. Em vários momentos, Alberto Guerreiro Ramos e Júlio Barbosa insistiam em dizer que os rumos das mudanças que ocorriam na América Latina eram um dos problemas que mais instigavam e desafiavam os intelectuais deste continente. E os desafios eram de ordem teórica e de ordem prática. Levando-se em conta as particularidades de suas análises que exigiam que fosse o desenvolvimento pensado, buscado e viabilizado em razão das especificidades e das possibilidades sócio-históricas de cada país e/ou região, neste artigo, por meio de uma pesquisa documental, serão comparadas as reflexões destes dois intelectuais com os diagnósticos e prescrições postos nos Relatórios Regionais sobre a América Latina e Caribe (RRDHs) feitos e encampados pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).  Considera-se relevante, do ponto de vista teórico e prático, tecer um diálogo entre as propostas desses dois intelectuais com as que constam nestes documentos empenhados em combinar um conjunto de teorias e de práticas que visam incentivar políticas de desenvolvimento Humano para a região.    


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427