FLORESTAN FERNANDES E A QUESTÃO DO NEGRO: batalhas acadêmicas e políticas

Paulo Henrique Fernandes Silveira

Resumo


Desde suas primeiras pesquisas sobre a questão do negro, no início dos anos 50, Florestan Fernandes enfrentou diferentes correntes de pensamento no interior das ciências sociais. Tais embates teóricos ultrapassaram o âmbito acadêmico e tiveram repercussões na agenda por direitos do movimento negro. Este artigo pretende analisar a importância das pesquisas e das posições defendidas por Fernandes na confluência das batalhas acadêmicas e políticas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427