O PAPEL POLÍTICO DO SOCIÓLOGO NA AMÉRICA LATINA: diálogos entre Fals Borda e Florestan Fernandes

Diogo Valença de Azevedo Costa, Edcarlos Ribeiro Bomfim

Resumo


O presente artigo trata das relações intelectuais entre Orlando Fals Borda e Florestan Fernandes, abordando as semelhanças e diferenças entre suas respectivas visões sobre o papel político do sociólogo na América Latina. O período específico abordado neste trabalho se refere à década de 1960, girando em torno dos debates sobre a “sociologia comprometida”. A pesquisa aqui desenvolvida envolve investigações documentais realizadas em janeiro de 2018 no arquivo e biblioteca pessoais de Florestan Fernandes, disponíveis na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Por fim, são levantadas hipóteses sobre o lugar da produção sociológica de Florestan Fernandes na história da própria sociologia na América Latina.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427