ESTRUTURA FINANCEIRA DE EMPRESAS NAS PERSPECTIVAS TRADICIONAL E DINÂMICA DE ANÁLISE DO CAPITAL DE GIRO EM MEIO À CRISE FINANCEIRA DE 2008

Cristiano do Nascimento, Márcia Maria dos Santos Bortolocci Espejo, Simone Bernardes Voese, Elisete Dahmer Pfitscher

Resumo


Este estudo tem por objetivo identificar a influência da crise de 2008 na estrutura financeira das empresas mediante análise tradicional e dinâmica do capital de giro. Metodologicamente, a presente pesquisa é caracterizada como: estudo formal; ex post facto; descritivo; estatístico; e longitudinal. A abordagem é qualitativa e quantitativa, referente à evolução dos indicadores financeiros em cada trimestre de 2008 e 2009.  Dentre os resultados do estudo, destacam-se: o índice saldo de tesouraria demonstra redução na capacidade de gerar liquidez e tendência de aumento no risco de insolvência em 76% das empresas analisadas; o cálculo da variação bruta por empresa e por trimestre mostra a redução na disponibilidade de recursos de caixa e uma redução na riqueza em meio ao contexto das estruturas financeiras da amostra. No período da crise constatou-se a tendência das aplicações permanentes superarem as fontes permanentes em meio às práticas de gestão do capital de giro.

Palavras-chave


Estrutura Financeira de Empresas; Crise Financeira de 2008; Capital de Giro

Texto completo:

PDF

Referências


ASSAF NETO, A. Estrutura e análise de balanços: um enfoque econômico-financeiro. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

ÁZARA, L. N.; PASSANHA, G. R. G.; ÁZARA, L. N. Os efeitos da crise de 2008 sobre a volatilidade dos retornos das ações bancárias no Brasil. In: SEMEAD, 13, Anais... São Paulo: SEMEAD. 2010. Disponível em: Acesso em: 20 set. 2010.

BEZEMER, D. J. Understanding financial crisis through accounting models. Accounting, Organizations and Society, Groningen, aug. 2010. Disponível em: . Acesso em: 29 out. 2010.

BOAVENTURA, E. M. Metodologia da Pesquisa. São Paulo: Atlas, 2004.

BRAGA, R. Análise avançada do capital de giro. Caderno de Estudos, São Paulo, FIPECAFI, n. 3, p. 1-20, set. 1991.

_______; NOSSA, V.; MARQUES, J. A. V. C. Uma proposta para a análise integrada da liquidez e rentabilidade das empresas. Revista Contabilidade & Finanças, São Paulo, ed. Esp., p. 51-64, jun. 2004.

BRASIL. Ministério da Fazenda. Receita Federal do Brasil – RFB. Dados gerais da balança comercial. 2010. Disponível em: . Acesso em: 07 ago. 2010.

CAGLIOLO, M. O.; FERRARO, G.; METILLI, G. Realidad de las pymes Argentinas ¿remedios o terapias ante la crisis? un aporte desde la gestión de costos. In: XI CONGRESO INTERNACIONAL DE COSTOS Y GESTIÓN. Anais... Trelew: Instituto Internacional de Costos, 2009, CD-ROM.

CINTRA, M. A. M.; FARHI, M. A crise financeira e o global shadow banking system. Novos Estudos – CEBRAT, São Paulo, n. 82, nov. 2008.

COOPER, D. R.; SCHINDLER, P. S. Métodos de Pesquisa em Administração. 7. ed. Porto Alegre: Bookman, 2003.

COSTA, F.; GARCIAS, P. M. Concentração de mercado e desempenho das indústrias brasileiras de papel e celulose - recorrendo a modelagem Fleuriet para analisar o paradigma ECD. RCO - Revista de Contabilidade e Organizações - FEARP/USP, v. 3, n. 6, p. 143-163, mai./ago., 2009.

FAMÁ, R.; GRAVA, J. W. Liquidez e a teoria dos elementos causadores de insolvência. Cadernos de Pesquisas em Administração, São Paulo, v. 1, n. 12, 2. Trimestre, 2000.

FIELD, A. Descobrindo a estatística usando o SPSS. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

FLEURIET, M.; KEHDY, R.; BLANC, G. O modelo Fleuriet: a dinâmica financeira das empresas brasileiras. 7. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.

GIMENES, R. M. T.; GIMENES, F. M. P. Aplicabilidade da análise dinâmica do capital de giro como instrumento de avaliação da gestão financeira em cooperativas agropecuárias. Rio de Janeiro: Revista de Economia Contemporânea, v. 12, n. 1, p. 129-150, jan./abr., 2008.

LOPES, A. C. V.; MENEZES, E. A. Gestão financeira das cooperativas: aplicação do modelo dinâmico. Revista Gestão Industrial, v. 2, n. 2, p. 136-145, 2006.

LYRA, R. L. W. C. Análise hierárquica dos indicadores contábeis sob a óptica do desempenho empresarial. 171 f. (Tese de Doutorado em Controladoria e Contabilidade) Departamento de Contabilidade e Atuária da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

MARTINS, B. S. Financial instability and credit constraint: evidence from the cost of bank financing. Working Paper Series, Brasília, n. 221, nov. 2010.

MATARAZZO, D. C. Análise financeira de balanços: abordagem gerencial. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MESQUITA, M.; TORÓS, M. Considerações sobre a atuação do Banco Central na crise de 2008. Trabalhos para discussão, Brasília, n. 202, mar. 2010.

SANVICENTE, A. Z.; MINARDI, A. M. A. F. Identificação de indicadores contábeis significativos para previsão de concordata de empresas. 1998. Disponível em: Acesso em: 19 nov. 2010.

SILVA, A. A.; FREZATTI, F. Um estudo acerca da contribuição da contabilidade na gestão do capital de giro das médias e grandes indústrias de confecções do estado do Paraná. In: ENANPAD, 27, 2003, Anais... Atibaia: ANPAD, 2003, CD-ROM.

TABAK, B. M.; CAJUEIRO, D. O.; FAZIO, D. M. Financial fragility in a general equilibrium model: the Brazilian case. Working Paper Series, Brasília, n. 229, dec. 2010.

TABAK, B. M.; LAIZ, M. T.; CAJUEIRO, D. O. Financial stability and monetary policy: the case of Brazil. Working Paper Series, Brasília, n. 217, oct. 2010.

UNITED STATES OF AMERICA – USA. The financial crisis inquiry report: final report of the National Commission on the causes of the financial and economic crisis in the United States. Washington: Official Government Edition, jan. 2011.

VIEIRA, M. V. Administração estratégica do capital de giro. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Apoio institucional:
Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis (PPGCC)
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Avenida dos Economistas, s/n - Cidade Universitária
CEP 50670-901 - Recife - Pernambuco - Brasil
Tel/fax. 55-(81) 21268874

 

Indexadores

 

BASE Logo