Percepções de micro e pequenos empresários quanto à utilidade de informações financeiras

Solange Schlogl Pimentel, Deisy Cristina Correa Igarashi, Wagner Igarashi, Flávia Mayara Segate

Resumo


As micro e pequenas empresas têm se configurado com participação crescente no produto interno bruto (PIB) e elevado potencial em gerar emprego e renda no contexto nacional, além de atuarem em variados segmentos (comércio, indústria, serviços e agroindústria) e estarem distribuídas nas diversas regiões do pais. Entretanto há pesquisas que indicam ser significativa o número de micro e pequenas empresas que obtêm morte prematura, ou seja antes de atingem cinco anos de vida. Ademais aspectos vinculados com a gestão das empresas têm papel fundamental na continuidade dos negócios. Neste sentido esta pesquisa tem por objetivo identificar a percepção de micro e pequenos empresários quanto à utilidade das informações financeiras fornecidas por um prestador de serviço terceirizado. A pesquisa tem caráter teórico e empírico, se caracteriza como qualitativa e descritiva, utiliza-se de entrevistas e questionários para a coleta de dados. Os resultados da pesquisa denotam que as empresas objeto de estudo apresentam resultados alinhados com as percepções teóricas da pesquisa. Foi identificado a falta de conhecimento necessário para que os empresários possam vir a utilizar as informações financeiras que são geradas no sentido de buscar apoiar o processo de tomada de decisão. Identificou-se que das ferramentas de apoio à decisão indicadas pela teoria (Fluxo de Caixa, Controle de Contas a pagar e a receber, Controle de Estoques, Análise dos índices financeiros, Folha de pagamento) menos de 30% das empresas pesquisadas apresentam algum tipo uso, sendo que somente 12% delas utilizam alguma destas informações para apoiar o processo de tomada de decisão. 


Palavras-chave


Micro e pequenos empresários, Informações financeiras, Utilidade

Texto completo:

Artigo

Referências


ALVES, Sonia Cristina Lopes; ASSUNÇÃO, Jean Ferreira. A utilização da informação contábil na tomada de decisões em empresas de pequeno porte: um estudo exploratório nas indústrias metalúrgicas com contabilidade terceirizada no município de Cláudio/MG. Revista Brasileira de Contabilidade, n. 171, ano 37, p.57-68, maio/junho, 2008.

AZEVEDO, J. H. Como iniciar uma empresa de sucesso. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1992.

BEUREN, Ilse Maria. Gerenciamento da informação: um recurso estratégico no processo de gestão empresarial. São Paulo:Atlas, 2000.

BEUREN, Ilse Maria. Gerenciamento da Informação: um recurso estratégico no processo de gestão empresarial. São Paulo: Atlas, 2000.

BEUREN, Ilse Maria; MARTINS, Luciano Waltrick. Sistema de Informações Executivas: Suas Características e Reflexões sobre sua Aplicação no Processo de Gestão. Revista Contabilidade & Finanças. São Paulo, v.15, n.26, p. 6-24, maio/agosto, 2001.

BIO, Sérgio Rodrigues, Sistema de informação: um enfoque gerencial. São Paulo: Atlas, 1996.

CERVO, Amado Luiz; BERVIAN, Pedro Alcino – Metodologia científica: para uso dos estudantes universitários, São Paulo: Mc Graw – Hill do Brasil – 1996

COCHRAN, A. B. Small Business Mortality Rates: A Review of the Literature. Journal of Small Business Management, v. 19, n. 4, p. 50-59, 1981.

CONCEIÇÃO, Aline de Melo; SOUZA, Priscila Martins Vieira; SIQUEIRA, Paulo. A contabilidade gerencial nas micro e pequenas empresas como instrumento de gestão. Revista eletrônica da faculdade José Augusto Vieira, ano VI, Ed. Especial, Março, 2013.

DIAS FILHO, José Maria; NAKAGAWA, Masayuki – Análise do Processo da Comunicação Contábil: Uma Contribuição para a Solução de Problemas Semânticos, Utilizando Conceitos da Teoria da Comunicação – Revista Contabilidade & Finanças FIPECAFI – FEA – USP – São Paulo, v. 15 n. 26 , p. 42-57 maio/agosto 2001.

FERREIRA, L. F. F;OLIVA, F. L.; DOS SANTOS, S. A.; E GRISI, C. C. de H.; LIMA, A. C., Análise quantitativa sobre a mortalidade precoce de micro e pequenas empresas da cidade de São Paulo. Revista Gestão & Produção, v. 19, n. 4, p. 811-823, 2012.

GITMANN, Lawrence Jefrrey, Princípios de administração financeira, 10ª ed., São Paulo: Pearson Addison Wesley, 2004.

GRAPEGGIA, M.; LEZANA, A. G. R.; ORTIGARA, A. A; SANTOS, P. C.F. Fatores condicionantes de sucesso e ou mortalidade de micro e pequenas empresas em Santa Catarina. Revista Produção, v. 21, 2011.

HOLMES, S.; HASWELL, S. Estimating the business failure rate: a reappraisal. Journal of Small Business Management, v. 27, n. 3, p. 68-74, Jul 1989.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia. Indicadores IBGE. Diponível em: . Acesso em 26/04/2017.

IUDÍCIBUS, S.; MARTINS, E.; GELBCKE, E. R.; Santos, A. Manual de Contabilidade Societária: Aplicável a todas as Sociedades de acordo com as Normas Internacionais e do CPC. Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras. FIPECAFI. 1ª. Ed. São Paulo. Editora Atlas, 2010.

MACHADO, H. V. Empreendedorismo e franchising: uma combinação que garante a sobrevivência? Revista de Administração Mackenzie, São Paulo, v. 11, n. 4, 2010.

MARION, José Carlos, Contabilidade empresarial, 11 ed. São Paulo: Atlas, 2005.

MIOTTO, Neivandra; LOZECKYI, Jeferson – A importância da Contabilidade Gerencial na Tomada de Decisão nas Empresas – UNICENTRO – Revista Eletrônica Lato Sensu, Ed. 5 – 2008

MOSIMANN, Clara Pellegrinello – Controladoria: seu papel na administração de empresas – 2 ed. – São Paulo : Atlas, 1999

NASCIMENTO, M.; DE LIMA, C. R. M.; ANDRADE DE LIMA, M.; ENSSLINE. R.,. Fatores determinantes da mortalidade de micro e pequenas empresas da região metropolitana de Florianópolis sob a ótica do contador. Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, v. 6, n. 2, p. p. 244-283, 2013.

PADOVEZE, Clóvis Luis – Sistemas de informações contábeis: fundamentos e análise – 2. ed. – São Paulo : Atlas, 2000

SALES, R. L.; BARROS, A. A.; PEREIRA, C. M. M. de A. Fatores condicionantes da mortalidade dos pequenos negócios em um típico município interiorano brasileiro. Revista da micro e pequena empresa, v. 5, 2011.

SANTINI, S.; FAVARIN, E. V.; NOGUEIRA, M. A.; DE OLIVEIRA, M. L.; RUPPENTHAL, J. E., . Fatores de mortalidade em micro e pequenas empresas: um estudo na região central do Rio Grande do Sul. Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, v. 8, n. 1, 2015.

SANTOS, Elisangela Fernandes – A importância da contabilidade como instrumento de apoio a gestão de micro e pequenas empresas – Artigo 3 – CRC BA, 2001.

SANTOS, S. A.; PEREIRA, H. J. Criando seu próprio negócio: como desenvolver o potencial empreendedor. Brasília: SEBRAE, 1995.

SEBRAE, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Sobrevivência das Empresas no Brasil. Diponível em: . Acesso em 26/04/2017.

SEBRAE, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas.Boletim estatístico de micro e pequenas empresas. São Paulo: 2005.

SILVA, Antonio Carlos Ribeiro de – Metodologia da pesquisa aplicada a Contabilidade: orientações de estudos, projetos, relatórios, monográficas, dissertações, teses / Antonio Carlos Ribeiro da Silva – São Paulo : Atlas, 2003

STAIR, Ralph M – Princípios de Sistemas de Informação: Uma abordagem Gerencial – 1998

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Apoio institucional:
Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis (PPGCC)
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Avenida dos Economistas, s/n - Cidade Universitária
CEP 50670-901 - Recife - Pernambuco - Brasil
Tel/fax. 55-(81) 21268874

 

Indexadores

 

BASE Logo