ANÁLISE BIBLIOMÉTRICA DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA NACIONAL SOBRE AGREMIAÇÕES ESPORTIVAS DE FUTEBOL PROFISSIONAL, EM PERIÓDICOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS, ENTRE 2012 e 2016.

Elizabete Rita Nunes Pereira, Kleber da Silva Cajaiba

Resumo


O objetivo desta pesquisa é analisar as características dos artigos publicados sobre agremiações esportivas de futebol profissional, em revistas e periódicos nacionais de Ciências Contábeis, referenciados pelo Qualis-CAPES, no período de 2012 a 2016. A população compreendeu 2.645 periódicos, da área de avaliação: Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, classificados por meio da Plataforma Sucupira. A amostra apurada foi de 20 artigos. Essa pesquisa é descritiva, bibliométrica e quantitativa. Os resultados apontaram que: a Revista Contabilidade Vista & Revista foi o periódico mais ativo; o ano de maior produção foi 2016; o autor mais citado foi Amaury José Rezende. Os autores mais prolíficos foram: Amaury José Rezende, Marke Geisy da Silva Dantas, Nadielli Maria dos Santos Galvão e Anna Beatriz Grangeiro Ribeiro Maia. As metodologias mais utilizadas foram a descritiva, a quantitativa e a documental. Além da palavra-chave futebol, os termos: ativo intangível, evidenciação, eficiência e auditoria aparecem em destaque, assim devem ser considerados quando das buscas eletrônicas por artigos da área. Por fim, os achados sugerem um aumento de interesse de pesquisadores no estudo da temática, notadamente, no ano de 2016.


Palavras-chave


Análise bibliométrica. Clubes de futebol. Qualis-Capes.

Texto completo:

Artigo

Referências


ARAÚJO, C. A. Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em Questão, 12(1), 11-32, 2006. Recuperado de: (acesso em: 1 ago. 2013).

ARAÚJO, R. O impacto do esporte na economia. Publicado em Exame.com, em 17 ago. 2010. Disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2013.

BRASIL, Fundação CAPES, Ministério da Educação. Disponível em: < http://www. capes.gov.br/component/content/article?id=2550:capes-aprova-a-nova-classificacao-do-qualis>. Acesso em: 15 de maio 2017.

BRASIL, Lei 13.155, de 4 de agosto de 2015. Disponível em: < http://www.planalto. gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/L13155.htm>. Acesso em:10 abril 2017.

BRASIL, Lei n. º 8.672/93, de 6 de julho de 1993. Disponível em: < http://www. planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8672.htm>. Acesso em: 05 de abril 2017.

BRASIL, Lei nº 9.615/10.672/03 de 15 de maio de 2003.Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/L10.672.htm>. Acesso em:05 de abril2017.

BRASIL, Plataforma Sucupira. Disponível em: < https://sucupira.capes.gov.br/ sucupira/public/consultas/coleta/veiculoPublicacaoQualis/listaConsultaGeralPeriodicos.jsf. Acesso em:14 de maio 2017.

CARDOSO, V. I. C.; MAIA, A. B. G. R.; PONTE, V. M. R. Práticas de disclosure do ativo intangível em clubes de futebol. In RACEF Revista de Administração, Contabilidade e Economia da FUNDACE 2013, Ribeirão Preto.

CASTRO, A. A. Revisão sistemática e metanálise. Compacta: Temas de Cardiologia, 1(5), p. 19-27, 2001.

CUNHA et al, Sergio Augusto. Futebol: aspectos multidisciplinares para o ensino e treinamento. Rio de Janeiro: Guanabara koogan, 2011.

DAMATTA, R. Antropologia do óbvio – notas em torno do significado social do futebol brasileiro. Revista USP. Disponível em;. Acesso em 10/05/2017. n.22, 1994.

DANTAS, Marke Geisy da Silva; MACHADO, Márcio André Veras; MACEDO, Marcelo Alvaro da Silva. Eficiência dos custos operacionais dos clubes de futebol do Brasil Advances in Scientifc and Applied Accounting. Revista Contabilidade Vista e Revista v. 27, n. 2 ,2016.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. Ed. Atlas, 2012

LEITE, Dúlio Ulhôa; PINHEIRO, Laura Edith Taboada. Disclosure de ativo intangível: um estudo dos clubes de futebol brasileiros. Enfoque: Reflexão Contábil, v. 33, n. 1, p. 89-104, 2014.

MARTINS et al, Eliseu. Manual de contabilidade societária. – Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras, FEA/USP. 2. ed., São Paulo: Atlas, 2013. FIPECAFI.

MOTA, A. F.; BRANDÃO, I. de F.; PONTE, V. M. R. Disclosure e materialidade: evidências nos ativos intangíveis dos clubes brasileiros de futebol. RACE, Revista de Administração, Contabilidade e Economia, v. 15, n. 1, 2016, Santa Catarina. Disponível em: < http://editora.unoesc.edu.br/index.php/race>. Acesso em: 15/05/2017.

NASCIMENTO, Dinalva Melo do. Metodologia do trabalho científico: teoria e prática. Rio de Janeiro: Forense, 2002.

Normas Brasileira de Contabilidade. NBC ITG 2003 - Entidade Desportiva Profissional. Disponível em: < http://cfc.org.br/wp- content/uploads/2016/02/ITG _2003_audiencia.pdf>. Acesso em: 14/05/2017.

NUNES, Baptista, Makilim; CAMPOS, Dinael Corrêa de. Metodologias de pesquisa em ciências: análises quantitativa e qualitativa. 2. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2016.

OGAWA, Flávio Seiti; YAMAKI, Claudia May; CARVALHO, Fernanda Bueno Grizos de; PATON, Claudecir. Contabilidade e agremiações esportivas de futebol profissional: uma análise da publicação científica contábil em periódicos qualis no período de 2004 a 2013. In: 5º Congresso UFSC de Iniciação Científica em Contabilidade, 2014. Disponível em: < http://dvl.ccn.ufsc.br/congresso_internacional/ anais/5CCF/30_14.pdf>. Acesso em: 20/05/2017.

OLIVEIRA, M. C. Análise dos Periódicos Brasileiros de Contabilidade. Revista

Contabilidade & Finanças – USP, São Paulo, n. 29, p. 68 - 86, maio/ago. 2002.

REZENDE, A. J.; CUSTÓDIO, R. S. Uma análise da evidenciação dos direitos federativos nas demonstrações contábeis dos clubes de futebol brasileiros. REPeC – Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, v. 6, n. 3, art. 1, p. 229-245, jul. /set. 2012.

REZENDE, Amaury José; DALMÁCIO, Flávia Zóboli. Práticas de Governança Corporativa e Indicadores de Performance dos Clubes de Futebol: uma Análise das Relações Estruturais. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 18, n. 3, 2015.

RIBEIRO, ANTÓNIO S. e LIMA, FRANCISCO. Portuguese football league efficiency and players' wages. Applied Economics Letters, v. 19, p. 599–602, 2012.

SEGAL, Emily Andrade; PRADO, Thiago Alberto dos Reis; SILVA, Marli Auxiliadora da Silva. NBC ITG 2003 – um estudo sobre a evidenciação de informações relacionadas a atletas nas demonstrações contábeis de clubes de futebol brasileiros no ano de 2013. I Congresso UFU. Uberlândia- MG. 2015.

SILVA, C. A. T. S.; TEIXEIRA, H. M.; NIYAMA, J. K. Evidenciação contábil em entidades desportivas: uma análise dos clubes de futebol brasileiros. In: Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, 9.,2009, São Paulo. São Paulo: USP, 2009.

SILVA, E. R. O crescimento do futebol alemão nas últimas cinco temporadas. Dissertação (Gestão e marketing esportivo). Trevisan Escola de negócios, 2013.

SILVA, J. A. F.; CARVALHO, F. A. A. Evidenciação e desempenho em organizações desportivas: um estudo empírico sobre clubes de futebol. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 3, n. 6, p. 96-116, 2009.

SILVEIRA, Douglas da; BORBA, José Alonso. Evidenciação contábil de fundações privadas de educação e pesquisa: uma análise da conformidade das demonstrações contábeis de entidades de Santa Catarina. Revista Contabilidade Vista e Revista, v. 21, nº. 1, p.41-68, jan. /Mar, 2010.

SOARES, Sheila Morais. A contabilidade nos clubes de futebol. Centro universitário nove de julho UNINOVE São Paulo 2.005. Disponível em: < http://www.sindcontsp. org.br/uploads/acervo/arquivos/57b433e36c64a ca8b7309bb198991732.pdf>. Acesso em: 02 de abril 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

-----------------------------------------------------------------------------------
Apoio institucional:
Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis (PPGCC)
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Avenida dos Economistas, s/n - Cidade Universitária
CEP 50670-901 - Recife - Pernambuco - Brasil
Tel/fax. 55-(81) 21268874

 

Indexadores

 

BASE Logo