ADOÇÃO DO CPC PME – CONTABILIDADE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS EM ESCRITORIOS DE CONTABILIDADE DE CURRAIS NOVOS/RN

Valdemir Galvão de Carvalho, Hugo Leonardo de Medeiros Lima, Ricardo Aladim Monteiro

Resumo


Este estudo tem por objetivo investigar como os Contadores das pequenas e médias empresas do município de Currais Novos/RN adotam o CPC PME para a elaboração das Demonstrações Financeiras identificando se os contadores que adotam aplicam a norma adequadamente e, ainda, quais seriam as principais dificuldades na adoção deste procedimento. Neste sentido, foi aplicado um questionário estruturado aos contadores. A amostra foi constituída por 14 entidades prestadoras de serviços contábeis no município de Currais Novos/RN e os dados foram analisados por meio de estatísticas descritivas. Os resultados sugerem que na maioria dos casos os escritórios utilizam o CPC PME em muitos aspectos, porém, não na sua totalidade, visto que foram identificas fragilidades no conhecimento das normas por estes profissionais. Uma das principais dificuldades encontrada foi a aplicação da depreciação, onde apenas 7,14% da amostra efetuou corretamente o método. De forma geral a maioria dos contabilistas afirma que as principais dificuldades de se colocar em prática o CPC PME é a falta de treinamento, especialmente pelas entidades de classes.

Palavras-chave


Contabilidade; Pequenas e Médias Empresas; CPC PME.

Texto completo:

Artigo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

-----------------------------------------------------------------------------------
Apoio institucional:
Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis (PPGCC)
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Avenida dos Economistas, s/n - Cidade Universitária
CEP 50670-901 - Recife - Pernambuco - Brasil
Tel/fax. 55-(81) 21268874

 

Indexadores

 

BASE Logo