PERFIL PROFISSIONAL: UM ESTUDO COMPARATIVO ENTRE OS EGRESSOS DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA UNICENTRO SOB A PERSPECTIVA DE GÊNERO

Fernanda Machado Ribas, Sonia Raifur Kos

Resumo


Essa pesquisa busca identificar o perfil profissional dos egressos do gênero masculino do curso de Ciência Contábeis da Unicentro entre os anos de 2013 a 2017 e comparar os dados obtidos com pesquisa anterior realizada com as egressas da Unicentro. Foram pesquisados 42 egressos do gênero masculino e o resultado comparado com 63 egressos de gênero feminino, ambos formados entre os anos de 2013 a 2017. Os resultados mostram que quando realizado o comparativo percebe-se muitas semelhanças com relação a idade, estado civil, filhos e funções desempenhadas. No entanto, quando é apresentada as questões de renda as semelhanças não se mantem. Mulheres que trabalham na área contábil e ganham acima de R$3.000,00 representam apenas 22% e trabalhando fora da área contábil 24%. Já com os homens, dos que atuam na área contábil, 48% ganham acima de R$ 3.000,00 e dos que não trabalham, 50% tem renda superior a R 3.000,00. Notou-se também que a maioria das mulheres percebem a discriminação explícita ou implícita nas relações de trabalho, enquanto a maior parte dos homens não a observa.

Palavras-chave


Perfil profissional, Egresso da Unicentro, Ciências Contábeis, Gênero.

Texto completo:

PDF

Referências


BORGES, W. G.; SILVA, E. C.; MIRANDA, A. B.; MIRANDA, G. J.; CARVALHO, L. F. Saberes docentes na visão de egressos do curso de ciências contábeis. Contexto - Revista do Programa de Pós-Graduação em Controladoria e Contabilidade da UFRGS, v. 16, n. 34, p. 21-34, 2016.


BRASIL. Decreto-Lei nº. 9.295, de 27 de maio de 1.946.Cria o Conselho Federal de Contabilidade, define as atribuições do Contador e do Guarda-Livros, e dá outras providencias. In: SENADO FEDERAL. Legislação Republicana Brasileira. Brasília, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del9295.htm. Acesso em: 01 mai. 2019.

BRASIL. Resolução CNE/ CES nº. 10, de 16 de dezembro de 2004. Institui as Diretrizes Nacionais Curriculares para o Curso de Graduação em Ciências Contábeis, bacharelado, e dá outras providências. In: CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO – CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR. Legislação Republicana Brasileira. Brasília, 2004. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rces10_04.pdf. Acesso em: 09 set. 2019.

BRIGHENTI, J.; JACOMOSSI, F.; SILVA, M. Z. Desigualdades de gênero na atuação de Contadores e Auditores no mercado de trabalho Catarinense. Enfoque Reflexão Contábil, v. 34, n. 2, p. 109-122, 2015.

CATHO, 2019.Disponívelem:< https://www.catho.com.br/profissoes/buscar/contador/>. Acesso em: 05 abr. 2019.

CATHO 2019 disponível em:. Acesso em: 5 abr. 2019

CRCPR; Profissionais Ativos nos Conselhos Regionais de Contabilidade agrupados por Gênero; 2019. Disponível em: < http://www3.cfc.org.br/spw/crcs/ConsultaPorRegiao.aspx?Tipo=0>. Acesso em: 20 de maio de 2019.

ÉPOCA, 2018. As 15 profissões com maior número de contratações no início de 2018. Disponível em: https://epocanegocios.globo.com/Carreira/noticia/2018/07/15-profissoes-com-maior-numero-de-contratacoes-no-inicio-de-2018.html. Acesso em: 20 mai 2019

FIALHO CAMILA B.; ROSA ÁGATA DE F.; GAI MARIA J. P.; NUNES ADRIELI DE F. P.; Empoderamento e Gênero: Um Estudo com Mulheres que Ocupam Cargos de Gestão em uma Universidade Federal; Revista Administração em Diálogo; São Paulo; Vol.20, n.1, Jan/Fev/Mar/Abr 2018, p.01-24

HADDAD. Maria Irene Delbone; HADDAD Rogério Delbone Haddad. V Seminário Internacional Enlaçando Sexualidades. Anais enlaçando. Editora Realize.2017 Disponível em:https://epocanegocios.globo.com/Carreira/noticia/2018/07/15-profissoes-com-maior-numero-de-contratacoes-no-inicio-de-2018.html

INEP. Notas estatísticas, Censo da Educação Superior; 2015. Disponível em: . Acesso em: 20 de maio de 2019

IPEA. INSTITUTO DE PESQUISA ECONOMICA APLICADA (2015). Mercado de trabalho conjuntura Disponível em:

LEMOS JÚNIOR, L. C.; SANTINI, R. B.; SILVEIRA, N. S. P. A Feminização da Área Contábil: um Estudo Qualitativo Básico. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, v. 9, n. 1, p. 64-83, 2015.

LOUSADA, A. C. Z.; MARTINS, G. A. Egressos como fonte de informação à gestão dos cursos de Ciências Contábeis. Revista Contabilidade & Finanças - USP, v. 16, n. 37, p. 73-84, 2005.

MARION, Jose Carlos. Contabilidade Empresarial; 16 ed. 2012. São Paulo: Atlas, 2012.

MELO, Maria Alice Gambatto; A evolução da contabilidade e as novas perspectivas dos profissionais contábeis; 2012; 65f; Monografia - Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, 2012.

MONDARDO, M. J.; CITTADIM, A.; RITTA C. O. Análise comparativa entre o perfil do egresso desejado pelo curso de ciências contábeis da UNESC, as expectativas dos alunos e as características dos contadores da região. Revista de Informação Contábil. v. 9, n. 4. 2015.

PERRONE, L., & VICKERS, M. H. Life after graduations a “very uncomfortable world”: An Australian case study. Education and Training, 45(2-3), 69-78, 2003.

PORTULHAK, Henrique; DORNELES Nathalia Marques. O perfil profissional de egressos do curso de ciências
contábeis de uma instituição de ensino superior privada, 2018
Conhecimento Interativo, São José dos Pinhais, PR, v. 12, n. 1, p.94-114, jan. /jun. 2018

ROCHA, L. F.; SILVA, M. A. Empregabilidade no Setor Contábil, Modalidade de Formação Acadêmica e Gênero: Qual a Relação? Revista Catarinense da Ciência Contábil, v. 18, n. nd, p. 1-16, 2019.

SAMPIERI, Roberto Hernándes; COLLADO, Carlos Fernándes; LUCIO, Maria del Pilar Baptista. Metodologia de Pesquisa. 5. ed. Porto Alegre: Penso, 2013.

SILVA, Valdério Matias da. Competências comportamentais utilizadas pelo profissional contábil nas organizações empresariais. Dissertação (Mestrado em Controladoria Empresarial) – Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2017. Disponivel em: Acesso em: 15 jun 2019

SILVA, Valério Matias; Mapeamento das competências comportamentais utilizadas pelos profissionais contábeis do SESCON-SP. Práticas em Contabilidade e Gestão, v. 5, n. 2,p. 56-79, 2017.

ZABOTTI, E. D., BERTOLINI,G. R. F. As Perspectivas Teóricas Utilizadas na Produção Científica de Gênero em Posição de Liderança nas Organizações, 2019. Organizações em contexto, São Bernardo do Campo, Vol. 15, n. 29, jan.-jun. 2019.




DOI: https://doi.org/10.34629/ric.v13i2.67-82

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

-----------------------------------------------------------------------------------
Apoio institucional:
Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis (PPGCC)
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Avenida dos Economistas, s/n - Cidade Universitária
CEP 50670-901 - Recife - Pernambuco - Brasil
Tel/fax. 55-(81) 21268874

 

Indexadores

BASE Logo