Ações de Práticas Ambientais no Planejamento das Auditorias Internas das Instituições Federais de Ensino da Região Centro Oeste brasileira: uma análise do Período de 2014 a 2018

Cristiane Alves da Silva Moura, Edicreia Andrade dos Santos, Pedro Henrique Da Silva Melo Pereira, Aline Silva Morais Correia, Januário José Monteiro

Resumo


A pesquisa teve por objetivo investigar a realização de auditorias voltadas às ações de práticas ambientais nas instituições federais de ensino da região centro oeste no período de 2014 a 2018. Quanto à metodologia, a pesquisa caracteriza-se como qualitativa, operacionalizada por meio da técnica análise de conteúdo. Foram selecionadas Instituições Federais de Ensino da região do Centro Oeste que divulgaram seus PAINT (Plano Anual de Auditoria Interna) e RAINT (Relatório Anual de Atividades de Auditoria Interna) durante o período de 2014 a 2018. A partir das análises foi possível observar que em alguns períodos as instituições planejaram ações de práticas ambientais e que conseguiram executá-las, conforme constatado no cruzamento dos PAINTs e RAINTS das mesmas, no entanto observou-se em certos períodos que as ações planejadas por vezes não foram executadas. Por meio de análises adicionais, com informações obtidas nos sites das instituições pesquisadas, foi possível verificar que embora não identificadas ações de práticas ambientais nos PAINTs ou RAINTs, em certos casos, as instituições, por meio de parcerias com observatórios sociais e outros projetos, buscaram contribuir, para maior conscientização da população, sobre a importância da preservação ambiental.


Palavras-chave


Auditoria Interna. Ações de Práticas Ambientais. Instituições Federais de Ensino.ALIN, I. I; DANIEL, C. V.; OCTAVIAN, M. V. Instruments that are needed to ensure the credibility of environmental disclosure. Annals of the University of Oradea. Economic Sci

Texto completo:

PDF

Referências


ALIN, I. I; DANIEL, C. V.; OCTAVIAN, M. V. Instruments that are needed to ensure the credibility of environmental disclosure. Annals of the University of Oradea. Economic Science. 2010 Disponível em: http://steconomiceuoradea.ro/anale/volume/2010/n1/081.pdf. Acesso em: 03 ago. 2019.

BARBIERI, J. C. Gestão Ambiental Empresarial: conceitos, modelos e instrumentos. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2007.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa: Persona. 1995.

BRASIL Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Título IV, Capitulo I, Seção IX, 1988.

CGU. Instrução Normativa n.º 24, de 17 de novembro de 2015. Dispõe sobre o Plano Anual de Auditoria Interna - PAINT e sobre o Relatório Anual de Atividades de Auditoria Interna - RAINT das Unidades de Auditoria Interna Governamental do Poder Executivo Federal e dá outras providências. Brasília, DF: Controladoria-Geral da União, 2018. Disponível em: http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/30175122/do1-2015-11-18-instrucao-normativa-n-24-de-17-de-novembro-de-2015-30175118. Acesso em: 8 ago. 2019

CGU. Instrução Normativa n.º 9, de 9 de outubro de 2018. Dispõe sobre o Plano Anual de Auditoria Interna - PAINT e sobre o Relatório Anual de Atividades de Auditoria Interna - RAINT das Unidades de Auditoria Interna Governamental do Poder Executivo Federal e dá outras providências. Brasília, DF: Controladoria-Geral da União, 2018. Disponível em: http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/44939745/do1-2018-10-11-instrucao-normativa-n-9-de-9-de-outubro-de-2018-44939518. Acesso em: 8 ago. 2019.

GONÇALVES, S. R.; MENDES, L. R. S. O CONTROLE NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: o papel da auditoria interna em uma instituição federal de ensino superior de Minas Gerais. Cadernos Zygmunt Bauman, v. 5, n. 9, 2015.

CREPALDI, S.A. Auditoria Contábil: teoria e prática – 9. Ed – São Paulo: Atlas, 2013.

DONAIRE, D. Considerações sobre a influência da variável ambiental na empresa. Revista de Administração de Empresas, v.34, n.2, 68-77, 1994.

INTOSAI / WGEA. Evolution and Trends in Environmental Auditing. Disponível em: htpp://www.environmental.auditing.org. Acesso em: 02 ago. 2019.

INTOSAI. Issai 100. Disponível em: http://www.issai.org/issai-framework/3-fundamental-auditing-priciples.htm. Acesso em: 02 ago. 2019.

INTOSAI. Issai 200. Disponível em: http://www.issai.org/issai-framework/3-fundamental-auditing-priciples.htm. Acesso em: 02 ago. 2019.

INTOSAI. Issai 300. Disponível em: http://www.issai.org/issai-framework/3-fundamental-auditing-priciples.htm. Acesso em: 02 ago. 2019..

INTOSAI. Issai 400. Disponível em < http://www.issai.org/issai-framework/3-fundamental-auditing-priciples.htm>. Acesso em: 02 ago. 2019..

LA ROVERE, E. L. (Coord.) Manual de auditoria ambiental. 3. ed. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2011.

LUIZ, L. C. et al. Inclusão de práticas ambientais nas auditorias realizadas no âmbito de uma instituição federal de educação. Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade: GeAS, v. 3, n. 2, p. 92-112, 2014.

MOREIRA, P. A.; PALMISANO, A. Transparência: um princípio de governança corporativa na auditoria de recursos públicos federais. Revista Metropolitana de Governança Corporativa (ISSN 2447-8024), v. 1, n. 1, p. 3-25, 2016.

PETER, M. G. A.; MACHADO, M. V. Manual de Auditoria Governamental. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2014.

PIVA, A. N. Auditoria Ambiental: um enfoque sobre a auditoria ambiental compulsória e a aplicação dos princípios ambientais. Paraná, 2007. Disponível em: http://www.publicadireito.com.br/conpedi/manaus/arquivos/anais/bh/ana_luiza_piva.pdf. Acesso em: 04 ago. 2019

RAUPP, F. M.; BEUREN, I. M. Metodologia da Pesquisa Aplicável às Ciências. Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade: teoria e prática. São Paulo: Atlas, 2006.

SALES, R. Auditoria ambiental. Aspectos jurídicos, São Paulo: LTR, 2001.

SEIFFERT, M. E. B. Gestão ambiental: instrumentos, esferas de ação e educação ambiental. São Paulo: Atlas, 2010.




DOI: https://doi.org/10.34629/ric.v14i0.e-020009

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

-----------------------------------------------------------------------------------
Apoio institucional:
Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis (PPGCC)
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Avenida dos Economistas, s/n - Cidade Universitária
CEP 50670-901 - Recife - Pernambuco - Brasil
Tel/fax. 55-(81) 21268874

 

Indexadores

BASE Logo