O IMPACTO DA REFORMA DO ESTADO SOBRE OS SISTEMAS DE CONTROLE GERENCIAL EM EMPRESAS BRASILEIRAS DURANTE O PERÍODO DE 1983 A 2003: ESTUDO DE NOVE CASOS

Josir Simeone Gomes, André Luiz Martinewski

Resumo


O presente estudo procurou analisar o impacto da a reforma do Estado brasileiro sobre os sistemas de controle gerencial de grandes empresas brasileiras. Para tanto, foram estudadas as mudanças ocorridas em nove grandes empresas que no início da década de 80 enquadravam-se na categoria de empresas estatais. Assim, foi investigada a existência e os componentes dos mecanismos de controle gerencial praticados por estas empresas, comparando-se os resultados com os achados obtidos por Gomes (1983). Os resultados alcançados no presente trabalho sugerem que os sistemas de controle gerencial existentes nas empresas estudadas não atendem, em diversos aspectos, aos fundamentos teóricos que nortearam o estudo, embora tenham apresentado uma significativa evolução, quando comparados ao estudo que deu origem a esta pesquisa. Foi observado que, mesmo naquelas empresas onde foram encontrados sistemas de controle gerencial que, em alguns aspectos apresentavam pontos próximos daqueles vistos como relevantes na literatura estudada, quando examinados do ponto de vista do sistema como um todo, apresentavam alguns problemas relativos à importância de integração dos mecanismos de controle no atendimento dos interesses dos stakeholders.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Apoio institucional:
Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis (PPGCC)
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Avenida dos Economistas, s/n - Cidade Universitária
CEP 50670-901 - Recife - Pernambuco - Brasil
Tel/fax. 55-(81) 21268874

 

Indexadores

 

BASE Logo