O BALANCED SCORECARD, O ACTIVITY BASED COSTING E A ACTIVITY BASED MANAGEMENT: UM ESTUDO EMPÍRICO DA SUA INTEGRAÇÃO

Patrícia Rodrigues Quesado, Lúcia Lima Rodrigues, Beatriz Aibar Guzmán

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar a complementaridade e a possibilidade de integração entre as ferramentas de gestão Balanced Scorecard (BSC), Activity Based Costing (ABC) e Activity Based management (ABM). Para a realização do estudo empírico recorremos aos dados obtidos mediante a aplicação de um questionário postal a 591 organizações públicas (Câmaras Municipais, hospitais, empresas municipais e empresas intermunicipais) e 549 organizações privadas (grandes empresas e pequenas e médias empresas) portuguesas, com uma taxa de resposta total de 31,3%. Os resultados obtidos indicam que, contrariamente ao registado nas organizações públicas, observamos que um número significativo de organizações privadas já utilizava os sistemas ABC/ABM antes do BSC e que os integraram (total ou parcialmente) ou esperam integrar no BSC.

Palavras-chave


Cuadro de Mando Integral, Activity Based Costing, Activity Based Management, Portugal.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Apoio institucional:
Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis (PPGCC)
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Avenida dos Economistas, s/n - Cidade Universitária
CEP 50670-901 - Recife - Pernambuco - Brasil
Tel/fax. 55-(81) 21268874

 

Indexadores

 

BASE Logo