ÔNUS E DEVERES PROCESSUAIS

Gustavo Azevedo

Resumo


O presente estudo, partindo de revisão bibliográfica, examina as teorias sobre ônus e deveres que trazem contribuições relevantes para a construções dos conceitos, dentre as quais se encontra a formulada por Francesco Carnelutti, cujas ideias foram reproduzidas por vários autores ao longo do século XX.


Palavras-chave


Ônus; Dever; Direito Processual Civil

Texto completo:

PDF

Referências


ABDO, Helena. As Situações Jurídicas Processuais e o Processo Civil Contemporânea. Teoria do Processo: panorama doutrinário mundial. Fredie Didier Jr. (org.) 2ª série. Salvador: Juspodivm, 2010.

ABREU, Rafael Sirangelo Belmonte de. O Processo Civil entre o Jurídico e o Econômico: o caráter institucional e estratégico do fenômeno processual. Tese de Doutorado. Porto Alegre, UFRGS, 2018.

ASCENSÃO, José de Oliveira. O Direito. 13ª ed. Coimbra: Almedina, 2005

AUBERT, Eduardo Henrik. A impugnação especificada dos fatos no processo civil brasileiro. Tese de Doutorado. São Paulo: USP, 2019.

BETTI, Emilio. Diritto processuale civile italiano. Nápoles: Edizioni Scientifiche Italiane, 2018.

BETTI, Emilio. Enciclopedia del Diritto. Dovere. Milão: Giuffrè, 1965, XIV, p. 53-58.

BOBBIO, Norberto. Teoria Geral do Direito. Trad. Denise Agostinetti. 3ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

BRUNETTI, Giovanni. Norme e Regoli Finali nel Diritto. Torino: UTET, 1913.

BÜLOW, Oskar Von. La Teoria de Las Excepciones Procesales y Presupuestos Procesales. Trad. Miguel Angel Rosas Lichtstein. Buenos Aires: EJEA, 1964.

BUZAID, Alfredo. Revista de Direito Processual Civil. Do ônus da prova. São Paulo: Saraiva, jul./dez.-1961, v. 4, p. 5-24.

CARNELUTTI, Francesco. Instituciones del Proceso Civil. Trad. Santiago Sentís Melendo. Buenos Aires: El foro, 1997, v. 1.

CARNELUTTI, Francesco. Sistema de derecho Procesal civil. Trad. Niceto Alcalá-Zamora y Castillo e Santiago Sentís Melendo. Buenos Aires: UTEHA, 1944, v. 1.

CARNELUTTI, Francesco. Sistema de derecho Procesal civil. Trad. Niceto Alcalá-Zamora y Castillo e Santiago Sentís Melendo. Buenos Aires: UTEHA, 1944, v. 2.

CARNELUTTI, Francesco. Teoría General del Derecho. Trad. Carlos G. Posada. Madri: ERDP, 1941, p 190.

CARPES, Artur Thompsen. Ônus da prova no Novo CPC: do estático ao dinâmico. São Paulo: RT, 2017.

CASTRO, Torquato. Teoria da Situação Jurídica em Direito Privado Nacional. São Paulo: Saraiva, 1985.

COUTURE, Eduardo J. Fundamentos del Derecho Procesal Civil. 3ª ed. Buenos Aires: Depalma, 1993.

DIDIER JR., Fredie. Sobre a teoria geral do processo, essa desconhecida. Salvador: Juspodivm, 2012.

DIDIER JR., Fredie; NOGUEIRA, Pedro Henrique Pedrosa. Teoria dos fatos jurídicos processuais. Salvador: Juspodivm, 2011.

DINAMARCO, Cândido Rangel. Instituições de Direito Processual Civil. 7ª ed. São Paulo: Malheiros, 2017, v. 2.

DINAMARCO, Pedro da Silva. Ônus processuais: limites à aplicação das consequências previstas para o seu não-cumprimento. Tese de doutorado. São Paulo: USP, 2007.

FAZZALARI, Elio. Instituzioni di Diritto Processuale. 8ª ed. Milão: CEDAM, 1996.

GAVAZZI, Giacomo. L’onere: Tra la libertà e l’obbligo. Torino: Giappichelli, 1985.

GOLDSCHMIDT, James. Derecho Procesal Civil. Trad. Leonardo Prieto Castro. Barcelona: Labor, 1936.

GRAU, Eros Roberto. Nota sobre a distinção entre obrigação, dever e ônus. Revista da Faculdade de Direito da USP. São Paulo: USP, jan./dez., 1982, v. 77, p. 177-183.

GRECO, Leonardo. O processo de execução. Rio de Janeiro: Renovar, 1999, v. 1, p. 158.

GUERRA, Marcelo Lima. Direitos fundamentais e a proteção do credor na execução civil. São Paulo: RT, 2003.

IRTI, Natalino. La perfezione degli atti giuridici e il concetto di onere. Saggi di Teoria Generale del Diritto. Milão: Giuffrè, 2008.

KELSEN, Hans. Teoria Pura do Direito. Trad. João Baptisa Machado. 6ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

LENT, Friedrich. Obblighi e oneri nel processo civile. Rivista di Diritto Processuale. Padova: CEDAM, 1954, v. 9, p. 150-158.

MACÊDO, Lucas Buril de; PEIXOTO, Ravi Medeiros. Ônus da prova e sua dinamização. 2ª ed. Salvador: Juspodivm, 2016.

MARQUES, José Frederico. Instituições de Direito Processual Civil. Campinas: Millennium, 1992, v. 2.

MELLO, Marcos Bernardes de. Teoria do Fato Jurídico: plano da eficácia. 7ª ed. São Paulo: Saraiva, 2011.

NOGUEIRA, Pedro Henrique Pedrosa. Situações Jurídicas Processuais. Teoria do Processo: panorama doutrinário mundial. Fredie Didier Jr. (org.) 2ª série. Salvador: Juspodivm, 2010.

PONTES DE MIRANDA, Francisco Cavalcanti. Comentários ao Código de Processo Civil. 2ª ed. Rio de Janeiro: Forense, 1979, t. 4.

PONTES DE MIRANDA, Francisco Cavalcanti. Tratado de Direito Privado. Rio de Janeiro: Borsoi, 1954, t. 1.

RAMOS, Vitor de Paula. Ônus da prova no processo civil: do ônus ao dever de provar. 2ª ed. São Paulo: RT, 2018.

RÁO, Vicente. Ato jurídico. São Paulo: Max Limonad, 1961.

RODRIGUES JR., Otavio Luiz. Direito Civil Contemporâneo: estatuto epistemológico, Constituição e direitos fundamentais. 2ª ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2019.

SCOZZAFAVA, Oberdan, Tommaso. Enciclopedia del Diritto. Onere (nozione). Milão: Giuffrè, 1980, XXX, p. 99-113.

SICA, Heitor Vitor Mendonça. Preclusão. 2ª ed. São Paulo: Atlas, 2008.

SILVA, Paula Costa e. Acto e Processo: regressando ao dogma da irrelevância da vontade na interpretação e nos vícios do acto postulativo. São Paulo: RT, 2019.

STEFANO, Giuseppe de. Enciclopedia del Diritto. Onere (dir. proc. civ). Milão: Giuffrè, 1980, XXX, p. 113-126.

TALAMINI, Eduardo; WAMBIER, Luiz Rodrigues. Curso Avançado de Processo Civil. 17ª ed. São Paulo: RT, 2018.

TARELLO, Giovanni. Materiali per uma storia della cultura giuridica. Bologna: Il Mulino, 1974, v. 4.

TARUFFO, Michele. O ônus como figura processual. Revista Eletrônica de Direito Processual. Rio de Janeiro, UERJ, 2013, v. 11, p. 420-431.

TUCCI, José Rogério Cruz e. Francesco Carnelutti: vida e obra. Contribuição para o estudo do processo civil. São Paulo: Migalhas, 2017.

VARELA, João de Matos Antunes. Das obrigações em geral. 10ª ed. Coimbra: Almedina, 2000, v. 1.

VILANOVA, Lourival. Causalidade e Relação no Direito. 4ª ed. São Paulo: RT, 2000.

WOLKART, Erik Navarro. Análise Econômica do Processo Civil. São Paulo: RT, 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Gustavo Azevedo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

DIRETÓRIOS, PORTAIS E INDEXADORES:

 

 

 

  vLex Brasil

 

 

AVALIADO PELO

 

INSTITUCIONAL