APLICAÇÃO ATENUADA DO CÓDIGO DO CONSUMIDOR E REGULAMENTAÇÃO FRÁGIL DA RELAÇÃO DE CONSUMO PELA LEI DE CONCESSÃO

Willams Paixão dos Santos, Hudson Ratis da Costa Vieira, Leonio José Alves da Silva

Resumo


Este artigo verifica se, de fato, há mitigações ao Código de Defesa do Consumidor (CDC) nas relações de consumo referentes ao fornecimento de energia e analisa o papel desempenhado pela Lei de Concessão nessa esfera. Nesse sentido, analisaram-se os contratos de concessão e adesão de energia elétrica e a compatibilidade deles em relação ao CDC por meio do método jurídico-comparativo de forma a descobrir falhas sistêmicas por meio da identificação de semelhanças e diferenças. Buscou-se identificar mitigações ao CDC nas decisões judiciais segundo o método hipotético-dedutivo e induziu-se algumas consequências da frágil regulamentação da relação de consumo pela Lei de Concessão. Revelou-se que, nos contratos de concessão e de adesão de energia, existem aspectos que não se adequam inteiramente ao CDC e que na esfera judicial geralmente há desafios no que se refere à aplicação plena do CDC nos litígios envolvendo concessionária e consumidor, demonstrando a necessidade de uma regulamentação da relação de consumo mais latente pela Lei de Concessão. 

Descritores - Direito de Energia; Direito do Consumidor; Lei de Concessão

Palavras-chave


Direito de Energia; Direito do Consumidor; Lei de Concessão

Texto completo:

PDF

Referências


Ana Maria de Oliveira Nusdeo et al. (org.). Direito Econômico Regulatório. São Paulo : Saraiva, 2010.

Brasil. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Institui um Estado Democrático. Brasília, DF: Presidência da República. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 22 out. 2020.

Brasil. Contrato de Adesão Baixa Tensão. Contrato de prestação de serviço público de energia elétrica para unidades consumidoras atendidas em baixa tensão. Disponível em: http://www.agersa.ba.gov.br/wp-content/uploads/2021/01/CONTRATO-COELBA.pdf. Acesso em: 02 ago. 2020.

Brasil. CONTRATO DE CONCESSÃO DE DISTRIBUIÇÃO Nº 26/2000. Para distribuição de energia elétrica que celebram a União e a Companhia Energética de Pernambuco – CELPE. Agência Nacional de Energia Elétrica. Disponível em:https://www.aneel.gov.br/documents/10184//15062917//Contrato+de+Concess%C3%A3o.pdf. Acesso em: 14 nov. 2020.

Brasil. Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002. Institui o Código Civil. Brasília, DF: Presidência da República. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/l10406compilada.htm. Acesso em: 16 nov. 2020.

Brasil. Lei nº 13.105, de 16 de Março de 2015. Código de Processo Civil. Brasília, DF: Presidência da República. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13105.htm. Acesso em: 21 nov. 2020

Brasil. LEI Nº 8.078, de 11 de setembro de 1990. Dispõe sobre a proteção do consumidor. Brasília, DF: Presidência da República. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8078compilado.htm. Acesso em: 10 dez. 2020.

Brasil. Lei nº 8.987, de 13 de fevereiro de 1995. Dispõe sobre o regime de concessão e permissão da prestação de serviços públicos previsto no art. 175 da Constituição Federal, e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L8987compilada.htm. Acesso em: 14 set. 2020.

Brasil. Portaria nº 465, de 12 de dezembro de 2019. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 16 dez. 2019. Seção 1, p. 156

Brasil. RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 414, de 09 de setembro de 2010. Estabelece as Condições Gerais de Fornecimento de Energia Elétrica. Disponível em: https://www.aneel.gov.br/documents/656835/14876406/2016_ResolucaoNormativa4142010.pdf/5b1de1cd-d36f-4009-852a-8def3eeb0a4e. Acesso em: 27 jan. 2021.

Brasil. RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 451, de 27 de setembro de 2011. Estabelece as condições gerais para a criação, organização e funcionamento dos Conselhos de Consumidores de Energia Elétrica, no âmbito das concessionárias do serviço público de distribuição de energia elétrica; e revoga a Resolução ANEEL 138 de 10.05.2000. Disponível em: http://www2.aneel.gov.br/cedoc/ren2011451.pdf. Acesso em: 03 dez. 2021.

Brasil. RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 479, de 03 de abril de 2012. Altera a Resolução Normativa nº 414, de 9 de setembro de 2010, que estabelece as Condições Gerais de Fornecimento de Energia Elétrica de forma atualizada e consolidada. Disponível em: https://www.aneel.gov.br/documents/656877/14486448/ren2012479.pdf/a89312fe-a5d7-4151-96be-95765ea2ce03?version=1.0. Acesso em: 03 jan. 2021.

Brasil. Superior Tribunal de Justiça. Recurso Especial nº 1645589-MS. Recorrente: HSBC BANK Brasil S.A. Recorrido: Nelida Doroteia Ormay. Relator: Ricardo Villas Bôas Cueva. Brasília, 04 de fevereiro de 2020. Disponível em: https://processo.stj.jus.br/processo/pesquisa/?termo=Resp.+1.645.589&aplicacao=processos.ea&tipoPesquisa=tipoPesquisaGenerica&chkordem=DESC&chkMorto=MORTO. Acesso em: 12 nov. 2020.

Brasil. Superior Tribunal de Justiça. Resp. 1.412.433-RS. Apelante: Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica CEEE – RS. Apelada: Oady Chead Abrão. Relator: Min. Herman Benjamin. Brasília, 25 de Abril de 2018. Disponível em: https://www.stj.jus.br/docs_internet/informativos/PDF/Inf0634.pdf. Acesso em: 15 nov. 2020.

Brasil. Supremo Tribuna de Justiça. Informativo nº 0634, de 06 de out. de 2018. Fornecimento de energia elétrica. Débitos do consumidor. Fraude no medidor de consumo. Corte administrativo do serviço. Possibilidade. Critérios. Tema 699. Disponível em: https://processo.stj.jus.br/jurisprudencia/externo/informativo/. Acesso em: 18 dez. 2020.

Brasil. Tribunal de Justiça de Penambuco. Disponível em: https://www.tjpe.jus.br/servicos/jurisprudencia. Acesso em: 15 dez. 2020.

Brasil. Tribunal de Justiça de Pernambuco. Apelação cível nº 0008764-77.2016.8.17.2810. Apelante: Celpe. Apelada: Mariluce Gomes Da Silva. Relator: Alberto Nogueira Virginio. Recife, 09 de junho de 2020. Disponível em: https://srv01.tjpe.jus.br/consultaprocessualunificada/processo/. Acesso em: 22 nov. 2020.

Brasil. Tribunal de Justiça de Pernambuco. Apelação cível 0002569-10.2018.8.17.2001. Apelante: CELPE. Apelada: Sebastiao Guedes da Silva Neto. Relator: Roberto da Silva Maia. Disponível em: https://srv01.tjpe.jus.br/consultaprocessualunificada/processo/. Acesso em: 5 dez. 2020.

Brasil. Tribunal de Justiça de Pernambuco. Apelação cível 0006244-75.2019.8.17.3090. Apelante: Odair Gomes Correia. Apelada: CELPE. Relator: Jones Figueiredo Alves. Disponível em: https://srv01.tjpe.jus.br/consultaprocessualunificada/processo/. Acesso em: 05 dez. 2020.

Brasil. Tribunal de Justiça de Pernambuco. Apelação cível 001193-86.2018.8.17.200. Apelante: CELPE. Apelada: Kleber de Lima Vaz. Relator: Francisco Manoel Tenorio dos Santos. Disponível em: https://srv01.tjpe.jus.br/consultaprocessualunificada/processo/. Acesso em: 30 nov. 2020.

Brasil. Tribunal de Justiça de Pernambuco. Apelação Cível 0089539-13.2018.8.17.2001. Apelante: Claudia Souza da Silva. Apelada: Claudia Souza da Silva. Relator: Francisco Eduardo Goncalves Sertorio Canto. Disponível em: https://srv01.tjpe.jus.br/consultaprocessualunificada/processo/00047609120198172001. Acesso em: 30 nov. 2020.

Brasil. Tribunal de Justiça de Pernambuco. Apelação cível nº 0002722-91.2018.8.17.2470. Apelante: Maria de Fatima Pereira dos Santos. Apelado: CELPE. Relator: Agenor Ferreira de Lima Filho. Recife, 08 de junho de 2020. Disponível em: https://srv01.tjpe.jus.br/consultaprocessualunificada/processo/. Acesso em: 15 nov. 2020.

Brasil. Tribunal de Justiça de Pernambuco. Apelação Cível nº 0004760-91.2019.8.17.2001. Apelante: Celpe. Apelada: Alexsandra Batista de Miranda. Relator: Francisco Eduardo Goncalves Sertorio Canto. Recife, 09 de junho de 2020. Disponível em: https://srv01.tjpe.jus.br/consultaprocessualunificada/processo/00047609120198172001. Acesso em: 28 out. 2020.

Brasil. Tribunal de Justiça de Pernambuco. Súmula TJPE nº 013. Disponível em: https://www.tjpe.jus.br/documents/10180/0/-/08b9a5ff-0232-469a-bd24-d621219abf08. Acesso em: 18 dez. 2020

Brasil. Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Súmula TJ nº 256, de 16 de jan. de 2012. Disponível em: http://www.tjrj.jus.br/documents/10136/31404/termo-ocor-irregularidade.pdf. Acesso em: 18 dez. 2020

CAVALCANTI, Francisco et. al. (org.). História do Direito e do Pensamento Jurídico em Perspectiva. Recife: Ed. Atlas, 2012. p. 334.

Friedman, M. Capitalism and freedom. Chicago, University of Chicago Press, 1962, p. 128.

GOMES, Rogério Zuel. A nova ordem contratual: pós-modernidade, contratos de adesão, condições gerais de contratação, contratos relacionais e redes contratuais. Revista de Direito do Consumidor v.º 58, nº 58, 2006.

JUSTEN FILHO, Marçal. As diversas configurações da Concessão do serviço público. Revista de Direito Público da Economia, v.1, p. 95-136, 2003.

LENZ, Carlos Eduardo Thompson Flores. O contrato de concessão de serviço público. A&C-Revista de Direito Administrativo & Constitucional, v. 8, n. 33, p. 161-192, 2008.

MARINO, Francisco Paulo de Crescenzo. Direito dos Contratos. São Paulo: Saraiva 2006, p.38.

Marques, C. L. Contratos no Código de Defesa do Consumidor. São Paulo : Revista dos Tribunais, 2019.

MARTINS, José Eduardo Figueiredo de Andrade. DUTY TO MITIGATE THE LOSS NO DIREITO CIVIL BRASILEIRO. São Paulo: [S.n.], 2014. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2131/tde-04102017-120248/publico/dissertacao_FINAL_Jose_Eduardo_Figueiredo_de_Andrade_Martins.pdf. Acesso em: 17 dez. 2020.

MAZAGÃO, Mário, Natureza Jurídica da Concessão de Serviço Público. Revista de Doutrina da Quarta Região. São Paulo: 1933, p. 101.

Medeiros Filho, Sólon. Fundamentos de Medidas Elétricas . Rio de Janeiro: GUANABARA DOIS, 1981. p. 253.

ROSA, Taís Hemann da. O acesso à energia elétrica como manifestação do direito ao mínimo existencial: uma análise com ênfase na dimensão defensiva do direito de acesso à energia. Rio Grande do Sul: [S.n.], 2016. Disponível em: https://repositorio.pucrs.br/dspace/handle/10923/8511. Acesso em: 17 dez. 2020.

Rousseau, E. M. Análise Econômica do Direito . São Paulo : Atlas, 2015. p. 108.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Willams Paixão dos Santos, Hudson Ratis da Costa Vieira, Leonio José Alves da Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

DIRETÓRIOS, PORTAIS E INDEXADORES:

 

 

 

  vLex Brasil

 

 

AVALIADO PELO

 

INSTITUCIONAL