PAULO FREIRE E A GESTÃO DEMOCRÁTICA: UMA LEITURA DA EXPERIÊNCIA DE PARTICIPAÇÃO NA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE SANTO ANDRÉ/SP

Márcia Kay, Maurício Carrara, Patricia Kay

Resumo


O presente texto discute considerações a respeito do
significado e da relação entre a concepção de gestão pública
popular e democrática, assumida pelas administrações públicas
responsáveis por formular e implantar políticas de educação, e a
efetivação de modelos de gestão democrática no interior da escola.
Nossas inquietações originaram-se nas atividades de estudo e
pesquisa realizadas no âmbito da Cátedra Paulo Freire/PUC – SP.
Assumimos como pressuposto que uma concepção de organização
democrática e popular tanto na esfera governamental quanto nas
unidades escolares deve considerar os indivíduos, na perspectiva
de Paulo Freire, enquanto sujeitos do ato de organizar-se. Não é
por outra razão que a participação é (re)tomada com centralidade
nas propostas que proclamam a construção de uma gestão pública
popular e democrática, desde os anos oitenta.

Texto completo:

PDF

Referências


BETLINSKI, Carlos. O fórum municipal de educação e cidadania

como proposta de democratização do sistema educacional de Santo

André/SP um estudo de caso. São Paulo: Programa de Pós-Graduação

em Educação: Currículo – PUC/SP, tese de doutorado defendida no

ano de 2000.

BETTO, Frei. Lula. São Paulo: Estação Liberdade, 1989.

BOITO JUNIOR, Armando. O sindicalismo brasileiro nos anos 80.

São Paulo: Paz e Terra, 1991.

CÂNDIDO FILHO, José. O movimento operário. Petrópolis, Rio de

Janeiro: Vozes, 1982.

CARVALHO, Apolônio de. PT um Projeto para o Brasil. São Paulo:

Brasiliense, 1989.

COUTO, Cláudio Gonçalves. O desafio de ser governo: o PT na

Prefeitura de São Paulo 1989-1992. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995.

FERNANDES, Florestan. O PT em movimento. São Paulo: Cortez,

FREIRE, Paulo. Educação como prática para a liberdade. 14 a Edição,

Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

_______. Professora sim, tia não. Cartas a quem ousa ensinar. 1 a

Edição, São Paulo: Olho d’ Água, 1993.

_______. Cartas a Cristina. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1994.

_______. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros

escritos. 4 a Edição, São Paulo: UNESP, 2000.

_______. Política e educação. 6 a edição, São Paulo: Cortez, 2001 (a)

(Coleção questões da nossa época; v.23).

_______. A educação na cidade. 5 a edição, São Paulo: Cortez, 2001 (b).

_______. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à pratica

educativa. 11 a Edição, São Paulo: Paz e Terra, 2002.

_______. Medo e ousadia: o cotidiano do professor. 10 a Edição, Rio

de Janeiro: Paz e Terra, 2003 (a).

_______. À sombra desta mangueira. São Paulo: Olho d’ Água,

(b).

KECK, Margareth. PT a lógica da diferença, o Partido dos

Trabalhadores na construção da democracia brasileira. São Paulo:

Ática, 1991.

LIMA, Licínio C. Organização escolar e democracia radical: Paulo

Freire e a governação democrática da escola pública. 2a edição, São

Paulo: Cortez/Instituto Paulo Freire, 2002 (Guia da escola cidadã; v.4)

MENEGUELLO, Rachel. PT. São Paulo: Paz e Terra, 1989.

MERCADANTE, Aloízio. Imagens da luta (1905-1985). São

Bernardo do Campo, São Paulo: Sindicato dos Trabalhadores nas

Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de São

Bernardo do Campo e Diadema, 1987.

PARANHOS, Katia Rodrigues. Era uma vez em São Bernardo.

Campinas, São Paulo: Unicamp, Centro de Memória Unicamp, 1999.

PATARRA, Ivo. O governo de Luiza Erundina. São Paulo: Geração,

PONTUAL, Pedro de Carvalho. O processo educativo no orçamento

participativo aprendizado dos atores da sociedade civil e do estado.

São Paulo: Programa de Pós-Graduação em Educação: Currículo –

PUC/SP, tese de doutorado defendida no ano de 2000.

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL

DA PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANDRÉ. Escola

inclusiva – o desafio de uma experiência (Plano 1999). http://www.

santoandre.sp.gov.br/bn conteudo.asp?cod=335. 09/09/2002 (a).

_______. Educação para todos (Plano 2002). http://www.santoandre.

sp.gov.br/bn conteudo.asp?cod=331. 09/09/2002 (b).

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO.

Panejamento. Instrumento de mobilização popular. São Paulo:

Prefeitura do Município de São Paulo, 1992.

SINGER, Paul. Um governo de esquerda para todos, Luiza Erundina

na Prefeitura de São Paulo (1989-1992). São Paulo: Brasiliense,


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS: