Sobre a “arte da conversação” nos ensaios de montaigne: crítico da educação e do pedantismo acadêmico

Marta Maria Aragão Maciel

Resumo


A obra Ensaios, de Michel de Montaigne, destaca-se entre as produções filosóficas e literárias do século XVI. Estando no limiar entre o Renascimento e a modernidade, essa obra filosófica deixou contribuições no campo da educação, que são percebidas na temática “arte da conversação” - assunto do presente artigo. Nessa temática, apresenta uma crítica radical à educação e à ciência de seu tempo, recusando o pedantismo acadêmico e o discurso centrado na autoridade e na reprodução de clássicos como Platão e Aristóteles. Valoriza o diálogo livre como mecanismo para alcançar o conhecimento, mas não reivindica um valor absoluto, eterno e incontestável.

Texto completo:

PDF

Referências


ADO

RNO, Theodor W.

Notas sobre literatura I.

Trad. br. de Jorge M. B. de Almeida.

São Paulo: Duas Cidade; Ed. 34, 2003.

CÍCERO, Marco Túlio.

ProArquia

. In: Antologias. Trad. br. Pe. Dr. Bernardo Harmsen

C. M. Petrópolis: Vozes, 1959.

FOUCAULT, Michel.

A Her

menêutica do sujeito.

ed. Trad. br. de Márcio Alves da

Fonseca e Salma Tannus Muchail. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

GARIN, Eugênio. Ciência e Vida Civil no Renascimento Italiano [1965]. Trad. br.

Cecilia Prado. São Paulo: Editora da Universidade Es

tadual Paulista, 1996.

Revista de Administração Educacional, Rec

ife, v.1, n.1 p 121

-

, jan/jun,2014

KEHL, Maria Rita. “Civilização partida”. In NOVAES, Adauto (Organizador).

Civilização e Barbárie

, p. 101

-

São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

KRISTELLER, Paul. Tradição Clássica e Pensamento Renascentista, [1979]. Trad. Por

t.

Artur Mourão. Lisboa: edições 70, (s/d).

MONTAIGNE, Michel de.

Ensaios

(Livros I e II)

.

ed.

Trad. br. de Sérgio Milliet

(Coleção Os Pensadores). São Paulo: Nova Cultural, 1991.

MONTAIGNE, Michel de.

Os Ensaios: Livro I.

ed. Trad. br. de Rosemary

Costhek

Abílio. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

MONTAIGNE, Michel de.

Os Ensaios: Livro III.

Trad. br. de Rosemary Costhek

Abílio. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

PLUTARCO.

Como ouvir.

Trad. br. de João Carlos Cabral Mendonça. (Coleção Breves

Encontro

s). São Paulo: Martins Fontes, 2003


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS: