POLÍTICA, ESTADO E SOCIEDADE CIVIL EM ANTÔNIO GRAMSCI: UMA QUESTÃO CENTRAL PARA A FILOSOFIA POLÍTICA

Luiz lberto Ribeiro Rodrigues

Resumo


A categoria Estado tem se constituído como um referencial para estudos analíticos em torno de processos políticos complexos. Encontra-se em Antônio Gramsci uma contribuição conceitual significativa para esses estudos, a partir de uma releitura dos fragmentos de concepção acerca de Estado, Política e Sociedade Civil, conceitos esses que podem ser observados a partir dos fragmentos do Caderno do Cárcere Vol. 3, em dois cadernos especiais, 13 e 18. Estado se configura como parte de seu projeto revolucionário de mudança social, interesse central deste autor, que tenta desvendar a atitude de cada um dos diferentes grupos sociais em relação ao próprio Estado. Aí evidencia-se o papel político da sociedade civil, diferentemente do que propõe as políticas liberais na atualidade, posicionando-a entre mercado e o Estado, sua função é elaborar um projeto político amplo, capaz de transformar a realidade. E a ação da sociedade civil, marcada internamente por divisão e conflito, que amplia o Estado.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.