ORIGEM, FUNCIONAMENTO E IMPORTÂNCIA DO PROCESSO DE RECONHECIMENTO, VALIDAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS

Viviana Silva Ferreira

Resumo


O processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC), também designado por Reconhecimento de Adquiridos é cada vez mais mencionado quando o objetivo é a valorização de saberes adquiridos informalmente ao longo da vida. Este artigo pretende apresentar o processo de RVCC e refletir sobre a sua importância para a valorização pessoal e profissional dos cidadãos, das empresas, da sociedade e do país na sua generalidade. Expõe este processo tendo em conta a contextualização da realidade portuguesa e tendo por base uma revisão de literatura de vários livros, artigos e normas legisladoras.

 

Abstract

The Recognition, Validation and Certification of Skills process (RVCC), also known as Acquired Recognition, is increasingly mentioned when the objective is to value the knowledge acquired informally throughout life. This article intends to present the RVCC process and to reflect on its importance for the personal and professional valuation of citizens, companies, society and the country. It exposes this process considering the contextualization of the Portuguese reality and based on a literature review of several books, articles and legislations.


Keywords

Recognition, Validation and Certification of Skills; Professional Training; Lifelong Learning.


Palavras-chave


Reconhecimento; Formação profissional; Lifelong Learning; Validação;Certificação de Competências;

Texto completo:

PDF

Referências


NACIONAL PARA A QUALIFICAÇÃO E O ENSINO PROFISSIONAL. Jornadas Qualifica – RVCC escolar: metodologias e instrumentos. Lisboa: ANQEP, 2017b.

____________. Reconhecimento, validação e certificação de competências escolares (RVCC escolar): orientação metodológica. Lisboa: ANQEP, 2017c

____________. Reconhecimento, validação e certificação de competências profissionais (RVCC profissional): orientação metodológica. Lisboa: ANQEP, 2017d

AMADO, J. & FERREIRA, S. Documentos pessoais (e não pessoais). In: AMADO, J. (Coord.). Manual de Investigação Qualitativa em Educação. 2ª Ed. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2014, p. 275-289.

BARROS, R. From lifelong education to lifelong learning: Discussion of some effects of today’s neoliberal policies. European Journal for Research on the Education and Learning of Adults, Linkӧping, SE, v. 3, n. 2, p. 119-134, outubro, 2012. Disponível em http://www.rela.ep.liu.se/issues/10.3384rela.2000-7426.201232/rela0071/rela0071.pdf. Acesso em 25 abr.2018.

CAVACO, C. Reconhecimento, validação e certificação de competências: complexidade e novas actividades profissionais. Sísifo: Revista de Ciências da Educação, Lisboa, v. 2, p. 21-33, abril, 2007. Disponível em http://repositorio.ul.pt/handle/10451/32072. Acesso em: 25 abr.2018.

CENTRO INTERDISCIPLINAR DE ESTUDOS ECONÓMICOS. O impacto do reconhecimento e certificação de competências adquiridas ao longo da vida: actualização e aperfeiçoamento. Lisboa: Direção-Geral de Formação Vocacional, 2007, 96 p. Disponível em

http://www.anqep.gov.pt/aaaDefault.aspx?back=1&f=1&lws=1&mcna=0&lnc=6215AAAAAAAAAAAAAAAAAAA&codigono=57656163AAAAAAAAAAAAAAAA. Acesso em: 16 abr. 2018.

HARGREAVES, A. O ensino na sociedade do conhecimento – a educação na era da insegurança. Porto Editora: Porto, 2003, 230 p.

INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Centros Qualifica – guia organizativo para a rede de centros do IEFP, I.P. Lisboa: IEFP, 2018.

LIMA DE OLIVEIRA, A. Motivar as pessoas adultas para aprender ao longo da vida. In: CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO (Org.). Estado da Educação 2016. Lisboa: CNE, 2017, p. 328-339. Disponível em http://www.cnedu.pt/content/edicoes/estado_da_educacao/CNE-EE2016_web_final.pdf. Acesso em: 29 mar. 2018.

MATIAS, A.M.P. O impacto do processo de RVCC na proficiência linguística em Prosa – das competências linguísticas às aplicações didáticas. Tese (Doutoramento em Letras) – Faculdade de Artes e Letras, Universidade da Beira Interior, Covilhã, 2012, 322 p. Disponível em

https://ubibliorum.ubi.pt/bitstream/10400.6/1838/1/Tese.pdf. Acesso em: 29 mar. 2018.

NOGUEIRA, S.M. A andragogia: que contributos para a prática educativa? Revista Linhas, Florianópolis, SC, v. 5, n. 2, p. 333-356, agosto, 2004. Disponível em http://www.revistas.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1226/1039. Acesso em: 07 jan. 2018.

OLIVEIRA PIRES, A.L. Reconhecimento e Validação das Aprendizagens Experienciais: Uma problemática educativa. Sísifo: Revista de Ciências da Educação, Lisboa, v. 2, p. 5-20, abril, 2007. Disponível em

https://comum.rcaap.pt/bitstream/10400.26/21912/1/Reconhecimento%20e%20valida%C3%A%C3%A3o%20das%20aprendizagens%20experienciais%20-%20pp.%205-20.pdf. Acesso em: 20 mar. 2018.

ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO. Orientação escolar e profissional – guia para decisores. 2005, 96 p. Disponível em http://iccdpp.org/wpcontent/uploads/2014/03/CG-HB-PTOrient.Escolar__guia_para_decisores.pdf. Acesso em: 25 abr. 2018.

PAULA ALMEIDA, A. Os processos de reconhecimento, validação e certificação de competências profissionais: reflexão sobre uma experiência. Revista Portuguesa de Pedagogia, Coimbra, v. 50, n. 1, p. 79-95, janeiro, 2017.

PEREIRA, M., BORGES, Z. & CASTRO, J.M. (2010). O impacto do processo RVCC na aprendizagem ao longo da vida. In: LEITE, A., CASTRO, J.M. & COIMBRA, J.L. (Org.). Os novos profissionais da educação e formação para o trabalho: desafios e exigências da aprendizagem ao longo da vida. Atas do XII Congresso Internacional de Formação para o Trabalho Norte de Portugal/Galiza. Guimarães, 2010, p. 73-78. Disponível em https://sigarra.up.pt/fpceup/pt/pub_geral.pub_view?pi_pub_base_id=85225. Acesso em: 25 jan. 2018.

PINEAU, G. Temporalités en formation: vers de nouveaux synchroniseurs. Paris: Anthropos, 2000, 214 p.

PIRES, A.L.O. Educação e formação ao longo da vida: análise crítica dos sistemas e dispositivos de reconhecimento e validação de aprendizagens e de competências. Dissertação (Doutoramento em Ciências da Educação) - Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 2002, 646 p. Disponível em

https://run.unl.pt/bitstream/10362/1004/1/pires_2002.pdf. Acesso em: 25 jan. 2018.

PORTUGAL. DECRETO-LEI N.º 387/99, DE 28 DE SETEMBRO DE 1999. Criação da ANEFA. Lisboa: Ministério da Educação, jan 2018. Disponível em

https://dre.pt/application/file/a/668070. Acesso em: 10 fev. 2018.

__________. DECRETO-LEI N.º 396/2007 de 31 de dezembro. Estabelece o regime jurídico do Sistema Nacional de Qualificações e define as estruturas que regulam o seu financiamento. Lisboa: Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social, jan 2018. Disponível em http://www.catalogo.anqep.gov.pt/boDocumentos/getDocumentos/155. Acesso em: 10 fev. 2018.

__________. PORTARIA N.º 1082-A/2001, DE 5 DE SETEMBRO. Cria uma rede nacional de centros de reconhecimento, validação e certificação de competências (centros RVCC). Lisboa: Ministério da Educação e do Trabalho e da Solidariedade, abril 2018. Disponível em https://dre.pt/application/file/a/307524. Acesso em: 10 fev. 2018.

__________. PORTARIA N.º 232/2016, DE 29 DE AGOSTO. Procede à regulação da criação e do regime de organização e funcionamento dos Centros Qualifica. Lisboa: Ministérios da Educação e Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, abril 2018. Disponível em

https://dre.pt/application/file/a/75217575. Acesso em: 11 fev. 2018.

RODRIGUES E ARAGÃO, R.S.C. & LIMA DE OLIVEIRA, A. A capacidade de aprendizagem ao longo da vida e o bem-estar dos adultos em processo de RVCC de nível secundário. In ALCOFORADO. L.; FERREIRA, J.A.G.; FERREIRA, A.G.; LIMA, M.P.; VIEIRA, C.;OLIVEIRA, A.L.; FERREIRA, S.M. (Org.). Educação e formação de adultos: políticas, práticas e investigação. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2011, p. 113-130.

SIMÕES, M. F. & SILVA, M. P. A operacionalização de processos de reconhecimento, validação e certificação de competências profissionais – guia de apoio. Lisboa: ANQ, 2008. Disponível em

http://www.anqep.gov.pt/pagina.aspx?f=1&lws=1&mcna=0&lnc=AAAAAAAAAAAAAAA

AAAAAAAA&parceiroid=0&codigoms=0&codigono=6370AAAAAAAAAAAAAAAAAAAA. Acesso em: 13 jan. 2018.

SOARES, M.P. Algumas reflexões em torno do processo de RVCC. In: CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Aprendizagem ao Longo da Vida no Debate Nacional sobre Educação. Lisboa: Conselho Nacional de Educação, 2007, p. 189-192. Disponível em

http://www.cnedu.pt/pt/publicacoes/estudos-e-relatorios/outros/789-aprendizagemao-longo-da

vida-no-debate-nacional-sobre-educacao#noopener%20noreferrer/8/. Acesso em: 11 fev. 2018.

STIGLITZ, J.E. & GREENWALD, B.C. La creácion de una sociedad del aprendizaje: Uma nueva aproximación al crecimiento, el desarrollo y el progreso social. Madrid: La esfera de los libros, 2016, 680 p.

YANG, J. Recognition, validation and accreditation of non-formal and informal learning in UNESCO Member States. Hamburgo: UNESCO Institute for Lifelong Learning, 2015, 68 p. Disponível em http://unesdoc.unesco.org/images/0023/002326/232656e.pdf. Acesso em: 13 jan. 2018.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS: