The Difference research group: presentation and theoretical references

Simone Moura Queiroz, Luana Rafaela da Silva Costa, Brenda Daniele Souza Silva

Resumo


Este trabalho consiste na apresentação do Grupo de Pesquisa Diferença (GPD), da Universidade Federal de Pernambuco, Campus Agreste, criado desde 2017 no diretório de pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), tendo como líder a professora doutora Simone Moura Queiroz. O objetivo, neste artigo, é expor algumas informações históricas e ações de pesquisa e extensão desenvolvidas pelo grupo, como também as principais participações em eventos e publicações realizadas pelos membros do mesmo, com estudos que consistem em leituras e debates, tendo como principais teóricos os filósofos da diferença, Foucault, Deleuze, Guattari, além de Larrosa, Rolnik e Bauman. Os integrantes do grupo aperfeiçoam-se na temática e auxiliam-se nas produções a serem desenvolvidas durante as reuniões quinzenais do curso.

Palavras-chave:Grupo de Pesquisa, Filosofia da Diferença, Apresentação

Texto completo:

PDF

Referências


Bauman, Z. (2001). Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

Bauman, Z. (2011). 44 cartas do mundo líquido moderno. Rio de Janeiro: Zahar.

Deleuze, G. (2011). Foucault. São Paulo: Brasiliense.

Deleuze, G; Guattari, F. (2011). Mil Platôs: Capitalismo e esquizofrenia, vol. 2. 2 ed. São Paulo: 34.

Foucault, M. (2009). História da Sexualidade 3: o cuidado de si. 9 ed. São Paulo: Graal.

Foucault, M. (2010). Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Graal.

Foucault, M. (2011). A Hermenêutica do Sujeito. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

Larrosa, J. (2002). Notas sobre a experiência e o saber da experiência. RBE Jan/Fev/Mar/Abril. n.19.

Mansano, S. R. V. (2009). Sujeito, subjetividade e modos de subjetivação na contemporaneidade. Revista de Psicologia da UNESP, v.8(2).

Pereira, L. H. F. (2010). Os discursos sobre a matemática publicados na revista de Ensino do Rio Grande do Sul - (1951-1978) - Tese (Doutorado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.315f.

Queiroz, S. M. (2015). Movimentos que permeiam o devir professor de Matemática de alguns licenciandos.Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro.208f.

Rolnik, S.(2011). Cartografia sentimental: transformações contemporâneas do desejo. São Paulo: UFGRS.