Literatura e Realidade: ensaio sobre Vocação Animal de Herberto Helder

Nadja Karoliny L. J. Almeida

Resumo


Resumo: A relação intrigante entre realidade e arte, realidade e ficção estão presentes desde o cotidiano das pessoas em frases-clichê, lugar comum: a vida imita a arte ou a arte imita a vida? E, principalmente em estudos aprofundados de filósofos, lingüistas e literatos. No texto Vocação Animal, há claramente elementos da realidade: o pintor, o aquário, o peixe, a pintura, e é na relação entre eles no texto, que o elemento do real passa para o ficcional, estabelecendo uma relação com o verossímil, ao que parece ou deveria ser, isso, de forma alguma, sem parecer absurdo ou totalmente irreal. Este ensaio estuda e passeia no campo da imaginação criativa, da metáfora e da metamorfose como forças de criação e de novas perspectivas da realidade. É assim que é apresentado o texto / poema narrativo de Herberto Helder.

Palavras-Chave: realidade, ficção, imaginação criativa.

 



Abstract: The intriguing relation between reality and art, reality and fiction are gifts since the daily one of the people in phrase-cliche, common place:” the life imitates the art or the art imitates the life?” As well as, deep studies of philosophers, linguists and literatos. In the text Vocação Animal, it has clearly elements of reality: the painter, the aquarium, the fish, the painting, and are in the relation between them in the text, that the element of the real one passes to the fictional, establishing a relation with the likely one, what he seems or he would have to be, this, of form some, without seeming total unreal or nonsense. This essay studies and “takes a walk” in the field of creative imagination, the metaphor and the metamorphosis as forces of creation and new perspectives of reality. Is as soon as is presented the text/narrative poem of Herberto Helder.

Key-words: reality, fiction, creative imagination.


Texto completo:

PDF

Referências


ARISTÓTELES. HORÁCIO. LONGINO. A poética Clássica. Cultrix, 1995.

CASTELLO, José. A multiplicação poética do mundo em “Ou o Poema Contínuo”. O Estado de São Paulo: 24/09/2006

COMPAGNON, Antoine. O demônio da teoria. UFMG, 1999.

HELDER, Herberto. Vocação Animal. Cadernos de Poesia, nº19, 1971.

MARQUÉZ, Gabriel Garcia. Cheiro de Goiaba: conversas com Plínio Apuleyo Mendonza. Record, 1993.

MENDONÇA, Antônio Sérgio. Metáforas e similaridade. In: O ensino de Lacan. Gryphus, 1994.

RICOEUR, Paul. Historia y Narratividad. Introducción de angel Gabilondo y Gabriel Aranzuque. Barcelona. Ediciones Paidós. I.C.E. de la Universidad Autônoma de Barcelona, 1999.

WELLEK, Rene e WARREN, Austin. Teoria da literatura e metodologia dos estudos literários. Martins Fontes, 2003.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i01p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional