Produção de texto em livros didáticos de português: da proposta à efetivação

Eliene Estácio Santos, Eduardo Calil

Resumo


Este trabalho propõe-se a discutir o modo pelo qual as propostas de produção de texto de livros didáticos de português são efetivadas em sala de aula. A análise terá como base a vertente de interesse de pesquisadores (BUCHETON; SOULÉ, 2009; CHABANNE; BUCHETON, 2002; ROJO, 1999; e SCHNEUWLY; DOLZ, 2004), os quais têm fortalecido as discussões teórico-metodológicas a respeito do tratamento dos gêneros discursivos e da concepção de produção de texto. Será analisada a proposta de produção de texto “transformar uma anedota em uma história em quadrinhos”, do livro didático de português, Vitória-Régia (GOMES, 2002), e o modo de encaminhamento da professora em sala de aula. Conclui-se que a proposta do livro didático de português, ao ser reinterpretada, pelo professor, interfere negativamente na “dinâmica cognitiva” dos alunos (BUCHETON; SOULÉ, 2009) e não respeita o principio da “escrita para pensar e para aprender” a escrever texto (CHABANNE; BUCHETON, 2002).

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, Mikhail. Estética da Criação Verbal. Introdução e tradução do russo Paulo Bezerra. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BERNIÉ, Jean-Paul. L’approche des pratiques langagières scolaires à travers la notion de «communauté discursive » : un apport à la didactique comparée? Revue Française de Pédagogie, 141, 77-88. 2002.

BORÉ, Catherine. Corpus et genres scolaires: affinités, difficultés. Le français aujourd’hui. Revue de l’Association Française des Enseignants de Français, n. 159 - les genres: corpus, usages, pratiques. Paris: Armand Colin/AFEF, 2007.

BRASIL, Ministério da Educação e Cultura. Parâmetros Curriculares Nacionais. Ensino Fundamental. Introdução. V. 1. Brasília, MEC, 1997.

BRASIL, Ministério da Educação e Cultura. Guia de livros didáticos: 1ª A 4ª SÉRIES. Língua Portuguesa e Alfabetização. Programa Nacional de Livros Didático/PNLD. Ensino Fundamental. Brasília, MEC, 2003.

BUCHETON, Dominique & SOULÉ, Yves. Les gestes professionnels et le jeu des postures de l’enseignant dans la classe: un multi-agenda de préoccupations enchâssées. Éducation et didactique. [En línea], v. 3 – n. 3 | Octobre 2009, Puesto en línea el 01 octobre 2011, consultado el 10 juillet 2011. URL: http://educationdidactique.revues.org/543.

CALIL, Eduardo. Escutar o invisível: escritura & poesia na sala de aula. São Paulo: Editora UNESP, Rio de Janeiro: FUNARTE, 2008.

CHABANNE, J. C. & BUCHETON, D. Parler e écrire pour penser, aprendre et se construire: l’écrit et l’oral réflexisfs. Paris: PUF, 2002.

DOLZ, Joaquim; GAGNON, Roxane; DECÂNDIO, Fabrício. Produção escrita e dificuldades de aprendizagem. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2010.

GOMES, Solange. Vitória Régia. Língua Portuguesa. 2a Série do Ensino Fundamental. São Paulo: IBEP, 2001.

MARCUSCHI, ANTONIO. Introdução. In: BAZERMAN, Charles. Gêneros Textuais, tipificação e interação. Angela Paiva Dionisio, Judith Chambliss Hoffnagel (Orgs.); tradução e adaptação de Judith Chambliss Hoffnagel; revisão técnica Ana Regina Vieira [et al.]. 4 ed. São Paulo: Cortez, 2005.

ROJO, Roxane H. R. Gêneros de discurso/texto como objeto de ensino de línguas: um retorno ao trivium? In: SIGNORINI, Inês (Org.). [RE]DISCUTIR texto, gênero e discurso. São Paulo: Parábola, 2008ª.

ROJO, Roxane H. R. Revisitando a produção de textos na escola. In: COSTA VAL, Maria da Graça; ROCHA, Gladys. Reflexões sobre práticas escolares de produção de texto: o sujeito-autor. Coleção Linguagem e Educação. 1. ed. Belo horizonte: Autêntica/CEALE/FAE/FMG, 2008b.

ROJO, Roxane H. R. Interação em sala de aula e gêneros escolares do discurso: um enfoque enunciativo. Campina. UNICAMP, 1999.

SANTOS, Eliene Estácio. Livro Didático de Português: análise das práticas de textualização efetivadas pelos professores em salas de aula de 2as séries do Ensino Fundamental. Dissertação de Mestrado, inédita, Maceió: PPGE/UFAL, 2006.

SANTOS, Eliene Estácio; CALIL, Eduardo. Produção de texto no livro didático e suas armadilhas: leitura que (des)colam n(o) texto do aluno. In: Congresso de Leitura do Brasil, 2007, Campinas. Anais do 16º COLE, 2007.

SCHNEUWLY, Bernard; DOLZ, Joaquim (Colaboradores). Gêneros orais e escritos na escola. 1. ed. Tradução Roxane Rojo e Glaís Sales Cordeiro. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2004.

SCHNEUWLY, Bernard; DOLZ, Joaquim. Les genres scolaires: des pratiques langagières aux objets d'enseignement. Repères. No 15, 1997.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i11p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional