A literatura exposta em grito: a poetry slam

Miriane da Costa Peregrino

Resumo


Este artigo apresenta notas etnográficas da pesquisa de campo realizada em Angola e Moçambique entre 2017 e 2018 por ocasião de intercâmbio nos centros culturais brasileiros nesses países e na Universidade Agostinho Neto, em Luanda. O contato com a poesia falada nesses países africanos de língua portuguesa resultou na investigação das raízes do poetry slam nos Estados Unidos e acabou por revelar uma aproximação com o Brasil, e igualmente com a Alemanha, o que aponta para um circuito literário que vem se construindo globalmente.

Palavras-chave


etnografia; poetry slam; Angola; Moçambique.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i25p229-248



 

Qualis (CAPES): B1 (Quadriênio 2013-2016)

Diretórios:


Indexadores:

 JURN: Get the research you need, free

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

 

 

Institucional