O espaço da utopia barroca: três sonetos de Gregório de Mattos em italiano

Silvia La Regina

Resumo


Resumo: Este trabalho apresenta a tradução para o italiano de três sonetos do poeta baiano Gregório de Mattos (1636-1695), contextualizando a obra do autor em suas relações intertextuais com os poetas barrocos espanhóis e evidenciando como a construção dos textos se insere no padrão combinatório e de livre circulação textual da época. Reflete-se sobre a tradução como (re)criação textual.

Palavras-chave: sonetos, barroco, tradução.


Abstract: In this paper I translated into Italian three sonnets written by the Brazilian poet Gregório de Mattos (Salvador, 1636-1695), contextualizing the author’s work in its intertextual relations with Spanish baroque poets. I tried to demonstrate how this textual production inserts itself into the pattern of combinatory and free textual movement of that time. I also made some considerations on the translation as textual (re)creation.

Keywords: Sonnets, Baroque, Translation.

 

 

 


Texto completo:

PDF

Referências


ÁVILA, Affonso O lúdico e as projeções do mundo barroco. São Paulo: Perspectiva, 1980.

BASSNETT-McGUIRE, Susan. La traduzione. Teoria e pratica. Trad. G. Bandini. Milano: Bompiani, 1993.

CAMPOS, Haroldo de Poética sincrônica. A arte no horizonte do provável. São Paulo: Perspectiva, 1969. pp. 205-212.

CAMPOS Texto e história. In: A operação do texto. São Paulo: Perspectiva, 1976a. pp. 13-22.

CAMPOS. Da tradução como criação e como crítica. Metalinguagem. São Paulo: Cultrix, 1976b, pp. 21-38.

CHOCIAY, Rogério. Os metros do Boca. Teoria do verso em Gregório de Matos. São Paulo: UNESP.

FELICI, Lucio. Poesia italiana. Il Seicento. Milano: Garzanti, 1978.

GOMES, João Carlos Teixeira. O Boca de Brasa. Um estudo de plagio e criação intertextual. Petrópolis: Vozes, 1985.

GÓNGORA, Luis de. Sonetos completos. Edición de Biruté Ciplijauskaité. Madrid: Castalia, 1985.

HOLANDA, Sergio Buarque de. Antologia dos poetas brasileiros da fase colonial. São Paulo: Perspectiva, 1979.

JÚLIO, Sílvio. Gregório de Matos e Quevedo. Penhascos. Rio de Janeiro: Coelho Branco, 1933, pp.245-259.

JÚLIO. Os plágios de Gregório de Matos Guerra. Reações na literatura brasileira. Rio de Janeiro: H.Antunes, 1938, pp.102-137.

LA REGINA, Silvia. Gregório em italiano. A Tarde Cultural 12.8. 1995, pp.6-7.

LA REGINA. Os sonetos de Gregório de Mattos. Gregório de Mattos e Guerra: o Poeta renasce a cada ano. Salvador Fundação Casa de Jorge Amado/CEB, 2000, pp.139-155.

MATOS, Gregório de. Obra poética. Ed. James Amado. 2 vols. Rio de Janeiro: Record, 1991.

MATOS. Ausgewälde Gedichte. Ed. Mechthild Blumberg, Birgit Russi. Berlin: Edition Lateinamerika, 1992.

MATOS. Due sonetti. In Antologia della poesia portoghese e brasiliana. A cura di Luciana Stegagno Picchio. Roma: La Repubblica, 2004, pp. 481-484.

MATOS. Poemas escolhidos. Seleção e prefácio de José Miguel Wisnik. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

MITTMANN, Solange. Notas do tradutor e processo tradutório. Análise e reflexão sob uma perspectiva discursiva. Porto Alegre: Ed. da UFRGS, 2003.

QUEVEDO, Francisco de. Poesía original completa. Ed. José Manuel Blecua. Barcelona: Planeta, 1981.

RICCIARDI, Giovanni. Scrittori brasiliani. Napoli: Pironti, 2003.

RÓNAI, Paulo. Um enigma da nossa história literária: Gregório de Matos. Revista do Livro (3-4), dez 1956, pp. 55-66.

SPINA, Segismundo. A poesia de Gregório de Matos. São Paulo: EDUSP, 1995.

UNGARETTI, Giuseppe. Vita d’un uomo. VI. Da Góngora e da Mallarmé. Milano: Mondadori, 1948.

UNGARETTI. Vita d’uomo: tutte le poesie. Milano: Mondadori, 1992.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i10p405-419

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional