O Visconde e a formiga: Entrevista de Sérgio Medeiros a Douglas Diegues

Douglas Diegues

Resumo


O livro “A formiga-leão e outros animais na Guerra do Paraguai” foi publicado em agosto de 2015 pela editora Iluminuras de São Paulo. Foi finalista do Prêmio Rio de Literatura (Fundação Cesgranrio/Secretaria de Estado de Cultura) em 2016. Em julho de 2016, o suplemento cultural do jornal “ABCcolor”, de Assunção, Paraguai, dedicou suas páginas a dois pesquisadores brasileiros que estavam estudando a Guerra da Tríplice Aliança: Mário Maestri, historiador, e Sérgio Medeiros, crítico literário. Como Medeiros havia lançado recentemente o seu ensaio sobre o papel dos animais na referida guerra, usando os textos que o Visconde de Taunay escrevera sobre o tema, o jornal paraguaio optou por publicar uma entrevista com ele. Coube a Douglas Diegues conduzir a entrevista, propondo-lhe algumas questões por escrito, a que respondeu também por escrito. Suas respostas foram publicadas na íntegra no suplemento do jornal1. Essa entrevista está sendo agora publicada pela primeira vez em português.

 

Douglas Diegues é um poeta e editor brasileiro que colabora na imprensa paraguaia. Teórico e praticante do “portunhol selvagem” (mescla anárquica de línguas), usa comumente como língua de expressão tanto o português quanto o espanhol. Sérgio Medeiros é poeta, ensaísta e tradutor. Leciona literatura na Universidade Federal de Santa Catarina. Organizou a nova edição das “Memórias” do Visconde de Taunay e traduziu, com Gordon Brotherston, a poema maia “Popol Vuh”. Escreveu, entre outros livros, “Totens” e “O choro da aranha etc.”

 

Tradução de Vicente Masip Viciano nasceu em Carcaixent (Valencia, España), em 1947. Nos últimos anos, tem publicado as seguintes obras: Gramática de português como língua estrangeira (São Paulo: E.P.U. 2000), História da filosofia ocidental (São Paulo: E.P.U. 2001), Fonología y ortografía españolas (Recife: Sociedade Cultural Brasil-Espanha / Bagaço: 2001), Latim instrumental. (Recife: AECI / Bagaço. 2002), Manual de poesía española y portuguesa (Recife, AECI / Bagaço. 2002), Ética, caráter e personalidade (São Paulo: E.P.U. 2002), Gramática histórica portuguesa e espanhola (São Paulo: E.P.U. 2003), Semântica. Curso-oficina sobre sentido e referência (São Paulo: E.P.U. 2003). Nietzsche, no limiar do século XXI (São Paulo: E.P.U. 2003). Español avanzado para brasileños (Recife: Bagaço, 2003), La enseñanza sistemática de español mediante textos (Recife: Bagaço, 2005). Acércate al mundo hispánico (Recife: Bagaço, 2007), Modelos semânticos integrados (Recife: Bagaço, 2007), Manual introdutório ao grego clássico para falantes de português (Recife: EDUFPE, 2008). Manual introdutório ao hebraico bíblico para falantes de português (Recife: EDUFPE, 2009), Gramática española para brasileños (São Paulo: Parábola, 2010), Gramática sucinta de português (Rio: GEN/LTC, 2012), Fundamentos lógicos da interpretação de textos e da argumentação (Rio: GEN/LTC, 2012), Manual introdutório ao árabe clássico para falantes de português (Recife: EDUFPE, 2013) e Fonologia, fonética e ortografia portuguesas (Rio: GEN/LTC, 2014).
Eutomia

____

http://www.abc.com.py/edicion-impresa/suplementos/cultural/el-vizconde-y-la-hormiga-1503968.html


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i17p1-6

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional