Atos de autoria:assinaturas, rasuras, rupturas

Joana Plaza Pinto

Resumo


Este ensaio é um confronto entre algumas teses em torno da noção de autor, tendo como pano de fundo o problema do ato de fala. Para isso, a IX Conferência, de Austin (1976), e o texto Assinatura, acontecimento, contexto, de Derrida (1990), são confrontados, e esse confronto é relacionado com as noções de sujeito implicadas no texto de Barthes (1987) sobre o autor, e no texto sobre o narrador de Benjamin (1983).

Texto completo:

PDF

Referências


AUSTIN, J. L. 1976. How to do things with words. 2ª ed. Oxford: Oxford University Press.

BARTHES, Roland. 1987. A morte do autor. In: O rumor da língua. Lisboa: Edições 70, pp. 49-53.

______. 2002. O prazer do texto. 3ª ed. São Paulo: Perspectiva.

BENJAMIN, Walter. 1983. O narrador. In: Textos escolhidos. São Paulo: Abril Cultural, pp. 197-221.

DERRIDA, Jacques. 1998. Carta a um amigo japonês. In: OTTONI, Paulo (org.). Tradução: a prática da diferença. Campinas: Editora da Unicamp, pp. 19-25.

______. 1990. Signature événement contexte. In: Limited Inc. Paris: Éditions Galilée. pp. 15-51.

PINTO, Joana Plaza. 2004. Algumas lições sobre o corpo. Anais do II Encontro Nacional do GELCO (Grupo de Estudos da Linguagem do Centro-oeste): Integração Lingüística, Étnica e Social, Brasília, v. II, pp. 583-588.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.