Breves apontamentos sobre a poesia hermética

André de Sena Wanderlei

Resumo


O presente artigo visa apresentar, a título de breve introdução, um périplo histórico relativo à gênese de uma efetiva poesia de cunho hermético, levando-se em conta alguns pronunciamentos críticos que vão da Antiguidade clássica até a modernidade e o consequente esfacelamento da mímesis/imitatio classicistas frente ao surgimento das chamadas poéticas individuais. Entende-se por hermetismo o jogo livre de palavras e metáforas, em âmbito poético, responsável pelo aparecimento de grandes obras literárias na tradição ocidental, especialmente a partir da era romântica. Palavras

Texto completo:

PDF

Referências


ALIGHIERI, Dante. 2005. A divina comédia. Tradução, notas e introdução de Vasco Graça Moura. São Paulo: Landmark.

ARISTÓTELES. 1998. Arte retórica e Arte poética. Tradução e notas de Antônio Pinto de Carvalho. 16ª edição. São Paulo: Ediouro.

______. Poética. 1966. Tradução, prefácio, introdução, comentário e apêndices de Eudoro de Sousa. Porto Alegre: Editora Globo.

ARISTÓTELES, HORÁCIO, LONGINO. 2005. A poética clássica. 12ª edição. Tradução do grego e latim de Jaime Bruna; introdução de Roberto de Oliveira Brandão. São Paulo: Cultrix.

BARBOSA, João Alexandre. 1986. As ilusões da modernidade: notas sobre a historicidade da lírica moderna. São Paulo: Perspectiva.

______. 1974. A metáfora crítica. São Paulo: Perspectiva.

CAMPOS, Augusto de. 1988. Verso, Reverso, Controverso. São Paulo: Perspectiva.

COSTA LIMA, Luís. 1984. O controle do imaginário: razão e imaginário no ocidente. São Paulo: Brasiliense.

DOLEZEL, Lubomir. 1990. A poética ocidental: tradição e inovação. Tradução de Vivina Figueiredo. Lisboa: Calouste Gulbenkian.

DONNE, Jonh. Poema “Go and catch a falling star” (Tradução de Jorge de Sena) Disponível no endereço eletrônico http://br.geocities.com/jerusalem_13/donne.html (Acessado em setembro de 2007).

KAYSER, Wolfgang. 1986. O Grotesco. São Paulo: Perspectiva.

FOUCAULT, Michel. 1991. História da loucura na idade clássica. Tradução de José Teixeira Coelho Netto. 3ª edição. Coleção Estudos. São Paulo: Editora Perspectiva.

FRYE, Northrop. 2000. Fábulas de identidade: ensaios sobre mitopoética. Tradução de Sandra Vasconcelos. São Paulo: Nova Alexandria.

GÓNGORA, Luís de. Poema “De la toma de Larache”. Disponível no endereço eletrônico http://www.poema-de-amor.com.ar/mostrarpoema.php?poema=3550 (Acessado em setembro de 2007).

HERMETICISM. 1994. In: Britannica Encyclopaedia. 15a edição. Vol. 5 (p. 875).

KANT, Immanuel. Crítica da faculdade do juízo. Tradução de Valério Rohden e Antônio Marques. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1993. KHALDUN, Ibn. 19077. Sobre el arte de la poesía y el modo de aprenderlo. In: Introducción a la historia universal. Tradução para o espanhol de Juan Feres. México: Fondo de Cultura Económica, p. 10581113.

LOBO, Luíza (org.). 1987. Teorias poéticas do romantismo. Rio de Janeiro: Mercado Aberto.

MARÍAS, Julían. 2004. História da filosofia. Tradução de Cláudia Berliner. São Paulo: Martins Fontes.

MONTEIRO, Ângelo. Tradução do poema “The tiger”, de William Blake. Disponível no endereço eletrônico http://www.casadacultura.org/Literatura/Poesia/g12_traducoes_do_ingles/ Tigre_Angelo_Monteiro.html (Acessado em setembro de 2007). NETO, João Cabral de Melo. 1997. Prosa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. NIETZSCHE, William Friedrich. 2001. A gaia ciência. Tradução de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras.

NOGUEIRA, Lucila. Ago. 2007. Entrevista concedida a Mariza Pontes para o Suplemento Literário Pernambuco. Recife: CEPE/Companhia Editora de Pernambuco, p. 14-15.

RAYMOND, Marcel. 1997. De Baudelaire ao surrealismo. Tradução de Fúlvia Moretto e Guacira Machado. São Paulo: Edusp.

ROSEN, Charles. 2000. A geração romântica. Tradução de Eduardo Seicman. São Paulo: Edusp.

TODOROV, Tzvetan. 2007. Introdução à literatura fantástica. Tradução de Maria Clara Correa Castello. 1ª reimpressão da 3ª edição. São Paulo: Perspectiva.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.