Muitas vozes em uma só: A Terceira Margem do Rio

Marli Quadros Leite

Resumo


A partir da perspectiva da norma, do gênero e da língua, analisa-se um exemplo de prosa romanesca, o conto A terceira margem do rio, de João Guimarães Rosa. O objetivo do trabalho é mostrar como, pela estilização da linguagem, o autor trabalha aspectos de variação lingüística por meio dos quais constrói efeitos de sentido no texto literário. A estilização se fez sobre dois processos simultâneos, o da hibridização e o da variação da hibridização, pelos quais se mostram as vozes do narrador e das personagens representadas e, também, outras vozes que habitam as vozes desses seres de linguagem.

Texto completo:

PDF

Referências


AUROUX, Sylvain. 1998. Lois, normes et règles. Histoire, Épistémlogie, Langage. 13/1/91. La raison, le langage et les normes. Paris: PUF.

BAKHTIN, Mikail. 1992. Estética da criação verbal. Tradução do francês por Maria Ermantina Galvão Gomes Pereira. São Paulo: Martins Fontes. [1979, Moscou]

______. 1993. Questões de literatura e estética. (A teoria do romance). Tradução do russo por Aurora Fornoni Bernadini et al. 3. ed. São Paulo: Ed. UNESP. [1975]

______.; (V. N. Volochínov). 1988. Marxismo e filosofia da linguagem — problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. Trad. do francês por Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira. 4. ed. São Paulo: Hucitec. [V. N. Volochínov, 1929-30, Leningrado]

LEITE, Marli Quadros. 1998. Língua falada: uso e norma. In: PRETI, Dino (org.), Estudos de língua falada: variações e confrontos. São Paulo: Humanitas.

MARTINS, Nilce Sant’anna. 2001. O léxico de Guimarães Rosa. São Paulo: EDUSP.

NEVES, Maria Helena de Moura. 1999. Estudos funcionalistas no Brasil. D.E.L.T.A [online]. vol.15, [cited 07 May 2006], p.72-104. Available from World Wide Web: . ISSN 0102-4450. — RAMOGNINO, N. 1994. La notion de norme en sociologie. Genese de la (des) normes linguistique(s). Hommage à Guy Hazael Massieux. Langues et langage, n. 4.

VANDRESEN, Paulino. 2000. A pesquisa sociolingüística no Brasil — uma retrospectiva dos últimos 25 anos. In: G6ATNER, Eberhard; HUNDT, Christine; SCÖNBERGER, Axel (eds.). Estudos de sociolingüística brasileira e portuguesa. Frankfurt am Main: TFM, p. 1539. Biblioteca luso-brasileira, v. 15.

Dicionários

BORBA, Francisco da Silva (Coord.). 1990. Dicionário gramatical de verbos do português contemporâneo do Brasil. São Paulo: Ed. UNESP.

FERREIRA, A. B. de H. 1986. Novo dicionário Aurélio da língua portuguesa. 2. ed. rev. e aument. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

______. 1999. Novo dicionário Aurélio da língua portuguesa — século XIX. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

HOUAISS, Antônio. 2001. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva. Versão eletrônica disponível em http://houaiss.uol.com.br

LUFT, C. P. 1987. Dicionário Prático de regência verbal. São Paulo: Ática.

Fontes

ROSA, João Guimarães. 1994. A terceira margem do rio. In: — Primeiras estórias. Ficção completa, vol II. Rio de Janeiro: Nova Aguilar.

LORENZ, Günter. 1994. Diálogo com Guimarães Rosa. In: ROSA, João Guimarães. Ficção completa, vol I. Rio de Janeiro: Nova Aguilar.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.