Das idéias lingüísticas e suas contribuições ao conceito de autoria na produção textual de sala de aula: uma leitura de textos de M.Bakhtin

Maria Bernadete Fernandes de Oliveira

Resumo


Este artigo discute a contribuição do conhecimento teórico, no contexto da relação teoria-prática para a formação de produtores autores de seus próprios textos, a luz do conceito de “autor” formulado por M.Bakhtin.

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, M. 1992. O autor e o herói. In; — Estética da Criação Verbal. São Paulo: Martins Fontes.

______. 1992. Os gêneros do discurso. In; — Estética da Criação

Verbal. São Paulo: Martins Fontes.

BENVENISTE, E. 1989. Semiologia da Língua. In: — E. Benveniste,

Problemas de Lingüística Geral, Vol.2. Campinas: Pontes.

BRONCKART, J.P.; GIGER, I.P. 1998. La transposition didactique:

histoire et perspectives d’une problématique fondatrice. Pratiques, n. 97-

CHARTIER, R. 1994. A ordem dos livros. Brasília: Editora da UNB.

DE CERTEAU, M. 1994. A invenção do Cotidiano. Rio de Janeiro: Vozes.

FARACO, C.A. 2000. Área de Linguagem: algumas contribuições para

sua organização. In: A. Kuenzer (org), Ensino Médio: construindo uma

proposta para os que vivem do trabalho. São Paulo: Cortez Editora.

______. 2003. In: A .C. Xavier; S. Cortez (orgs), Conversa com

Lingüistas. São Paulo: Parábola.

FOUCAULT, M. 1989. O que é um autor. Lisboa: Vega Editora.

______. 1996. A ordem do discurso. São Paulo: Edições Loyola.

GERALDI, J. W. 1991. Portos de Passagem. São Paulo: Martins Fontes.

______. 1999. A questão externa da sala de aula. In: E. Zaccur (org), A magia da Linguagem. Rio de Janeiro: DP&A Editora.

______. 2003. In: A. C. Xavier; S. Cortez (orgs), Conversa com

Lingüistas. São Paulo: Parábola.

OLIVEIRA, M. B. F. 2001. O Ensino da Produção Textual: o saber e o

fazer das professoras. In: L. Passeggi; M. S. Oliveira (orgs), Lingüística e

Educação: Gramática, Discurso, Ensino. São Paulo: Terceira Margem.

______. 2004. Discutindo a formação inicial de professores de língua

materna: o problema da disciplinarização dos saberes de referência. Atas do VI Congresso Nacional de Lingüística Aplicada, PUC/SP. CD-ROM.

ORLANDI, E. 1998. Nem escritor, nem sujeito, apenas autor. In: —

Discurso e Leitura. São Paulo: Cortez.

POSSENTI, S. 2002. Indícios de autoria. Perspectiva, v,20. n.01.

SACRISTÁN, J. G. 2002. Tendências investigativas na formação de

professores. In S. G. Pimenta; E. Ghedin (orgs), Professor reflexivo no

Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez Editora.

VOLOSHINOV, V. 1969. Marxismo e Filosofia da Linguagem. São

Paulo: Hucitec.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.