A identidade e representação do Ceará na literatura de cordel: análise dos cordéis o Romance do Pavão Misterioso e As proezas de João Grilo

Margarida Pontes Timbó, Alessandra Zelinda S. Bessa

Resumo


Este trabalho analisa a literatura de cordel como fonte de pesquisa da identidade cultural cearense. O objeto de estudo consiste nos cordéis O Romance do Pavão Misterioso e As Proezas de João Grilo. Percebe-se como a relação entre identidade e memória sustenta fatores reiterando as questões de identidade cultural a partir da literatura de cordel. A metodologia baseia-se em pesquisa teórico-bibliográfica fundamentada em Albuquerque Júnior (1975), Amadeu (1982), Cascudo (1976) Hall (2000), dentre outros autores.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE JÚNIOR, Durval Muniz. 1995. A invenção do Nordeste e outras artes. São Paulo: Cortez.

AMARAL, Amadeu. 1982. Tradições populares. 3 ed. São Paulo: HUCITEC.

ASSARÉ, Patativa do. 2007. Antologia poética. 5 ed. Fortaleza: Demócrito Rocha.

BENJAMIN, Walter. 1985. Walter Benjamin. KOTHE, Flávio (Org.). São Paulo: Ática (Coleção Grandes Cientistas Sociais).

CARVALHO, Gilmar de. 2002. Publicidade do cordel: mote do consumo. São Paulo: Annablume.

CASCUDO, Luís da Câmara. 1976. Seleta: organização, estudos e notas do professor Américo de Oliveira Costa. 2 ed. Rio de Janeiro. J.Olympio.

CLAVAL, P. 1999. A Geografia Cultural. Tradução de Luiz Fugazzola Pimenta e Margareth de Castro Afeche Pimenta. Florianópolis: UFSC.

CUCHE, Denys. 2002. A noção de cultura nas ciências sociais. Bauru: Ed. Edusc.

DIEGUES JUNIOR, Manuel. 1977. Literatura de Cordel. Rio de Janeiro: FUNART.

FERREIRA, Aurélio B. de Hollanda. 2006. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

HALL, Stuart. 2000. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2000.

LIMA, João Ferreira de. 2011. As Proezas de João Grilo. Fortaleza: ABC-Academia Brasileira de Cordel; Tupinanquim Editora.

MACKELLENE, Léo. Língua e Identidade. Essentia: revista de cultura, ciência e tecnologia. Vol.7. Nº2., Sobral, Edições UVA, Dez. 2005/maio. 2006., p.149167.

RESENDE, João Camelo de Melo. 2011. Romance do Pavão Misterioso. Fortaleza: ABC-Academia Brasileira de Cordel; Tupinanquim Editora.

SOLER, Luís. 1995. Origens árabes no folclore do sertão brasileiro. Florianópoles: EDUFSC.

SOUSA, Liêdo Magalhaes de. 1978. Classificação popular da literatura de cordel. Petrópoles: Vozes.

SUASSUNA, Ariano. 1971. O romance d’a pedra do reino e o príncipe do sangue do vaie-volta: romance armorial-popular brasileiro. Rio de Janeiro: J. Olympio. ______. 2005. Auto da compadecida. Rio de Janeiro: Agir.

VAN WOENSEL, Maurice. 2001. Os poetas populares nordestinos, descendentes legítimos dos trovadores. In: MALEVAL, Maria do Amparo Tavares (org). Atas do III Encontro Internacional de Estudos Medievais. Rio de Janeiro. http://www.flickr.com/photos/franciscovalle/2840542948/. Acesso em 13/05/2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.