Durkheim e Saussure: dois clássicos e duas ciências na abordagem do fato social

Helson Flávio da Silva Sobrinho

Resumo


Este artigo traça conexões entre o pensamento de Émile Durkheim e Ferdinand de Saussure, dois clássicos das ciências humanas, a Sociologia e a Linguística. Tal relação é pensada, especificamente, no tocante à postura epistemológica. Considera-se que há, de forma efetiva, uma semelhança diante das concepções do fazer ciência da época, particularmente de perspectiva positivista. Constata-se que, apesar das tentativas de separação desse paradigma, Durkheim e Saussure acabaram se rendendo às exigências do fazer ciência que pressupõe a fragmentação da realidade e a “criação”, a partir de um ponto de vista, de um objeto e de um método “próprio”, mirando a autonomia científica.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.