Simetrias e assimetrias no mapeamento de sequências consonantais iniciais em português e em catalão

Tatiana Keller

Resumo


Em português e em catalão, a distância mínima de sonoridade entre consoantes em ataque complexo é +3. Encontros consonantais (ECs) tautossilábicos sem essa distância são desfeitos por epêntese ou apagamento. Conforme a Teoria da Otimidade, observamos que restrições de marcação proibindo ECs tautossilábicos com distância de sonoridade superior a +2, ocupam posição alta nos rankings das duas línguas. Para satisfação dessas restrições, violações das restrições de fidelidade são necessárias. Neste trabalho, mostramos o ranqueamento dessas restrições para dar conta das simetrias e assimetrias dos ECs nas línguas em análise.


Texto completo:

PDF

Referências


BECKMAN, Jill. 1998. Positional Faithfulness. Doctoral dissertation. University of Massachusetts Amherst, Amherst, MA.

BONET, Eulalia; LLORET, Maria-Rosa. 1998. Fonologia catalana. Barcelona: Ariel Linguística.

COLLISCHONN, Gisela. 2002. A epêntese vocálica no português do Sul do Brasil. In: BISOL, L.; BRESCANCINI, C. (Org). Fonologia e variação: recortes do português brasileiro. Porto Alegre: EDIPUCRS.

GOUSKOVA, Maria. 2004. Relational hierarchies in Optimality Theory: the case of syllable contact. Phonology 21, 201-250.

LANDMAN, Meredith. 1999. Morphological Contiguity. In: CARPENTER, A.; COETZEE, A.; DE LACY, P. Papers in Optimality Theory II: UMOP 26. GLSA: UMass-Amherst.

MATEUS, Maria Helena; D’ANDRADE, Ernesto. 2000. The phonology of Portuguese. Oxford University Press.

MCCARTHY, John. 2008. Doing Optimality Theory: applying theory to data. Blackwell.

______; PRINCE, Alan. 1995. Faithfulness and reduplicative identity. In: BECKMAN, J.; WALSH DICKEY, L.; URBANCZYK, S. Urbanczyk (eds). University of Massachusetts Occasional Papers in Linguistics 18.

PRINCE, Alan; SMOLENSKY, Paul. 1993 [2004]. Optimality Theory: Constraint Interaction in Generative Grammar. Malden, MA & Oxford: Blackwell.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Investigações - Linguística e Teoria Literária. Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco.

ISSN Edição Digital 2175-294X - ISSN Edições Impressas 0104-1320

www.ufpe.br/pgletras - www.pgletras.com.br

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.