O SOFRIMENTO NA RELAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO COM A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO

Cecilia Melo Calado, Denilson Bezerra Marques

Resumo


A presente pesquisa investigou o sofrimento na relação de servidores técnicos administrativos da Universidade Federal de Pernambuco com a organização do trabalho. Procurou conhecer a história pessoal e profissional dos servidores para identificar se existe sofrimento psíquico no desenvolvimento de suas funções e, sobretudo, compreender se tal vivência tem relação com a organização do trabalho. Adotou-se uma abordagem qualitativa com a utilização da entrevista individual semiestruturada para a coleta de dados. Apreendeu-se que o servidor da UFPE, de modo geral, traz para a prática profissional vários elementos que fazem parte da construção da sua história de vida, os quais se refletem na sua relação com a organização do trabalho. Pôde também extrair registros diversos de insatisfação, prazer, incômodo, sofrimento psíquico e, em alguns casos, adoecimento, ligados em sua maioria a aspectos da organização de trabalho.


Palavras-chave


sofrimento; organização; servidor; UFPE

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO: B5; ARQUITETURA, URBANISMO E DESIGN: B5; CIÊNCIAS AMBIENTAIS: B4; EDUCAÇÃO, ENGENHARIAS I: B5; ENSINO: B2; GEOGRAFIA: C; INTERDISCIPLINAR: B3. 

 

Publicação e Apoio:

RMP está indexada em:

Instituições de referência para a RMP: