A Geração Y no Mundo do Trabalho

Luis Eduardo Brandão Paiva, Andressa Carvalho Sousa

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo principal investigar se as empresas estão preparadas para acolher profissionais da geração Y, a partir da ótica dos pertencentes à mesma. Para tanto, investigou-se inicialmente os principais desdobramentos oriundos do novo contexto organizacional, as novas formas de gestão e o significado do trabalho para cada geração, bem como o contexto em que as mesmas surgiram, por meio de uma revisão bibliográfica. A revisão bibliográfica teve foco no tema “estudo das gerações”. Posteriormente, realizou-se uma pesquisa descritiva com indivíduos que se encaixam na descrição de geração Y, definida pela literatura existente. Os resultados obtidos nesta pesquisa, a partir de dados colhidos e processados em um contexto regional específico, foram confrontados com a teoria e discutidos com ênfase nos pontos similares e divergentes encontrados na literatura. Verificou-se que a inserção da geração Y no mercado de trabalho tem sido assunto de muitos estudos, dada a necessidade de compreender as mudanças que estão ocorrendo no ambiente organizacional. Conclui-se que as mudanças no mundo do trabalho estão associadas ao perfil diferenciado dos jovens da geração Y, considerados “filhos da tecnologia”, por representarem a primeira geração da história totalmente imersa na interatividade, hiperestimulação e ambiente digital.


Palavras-chave


Administração de recursos humanos. Jovens. Geração Y.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO: B5; ARQUITETURA, URBANISMO E DESIGN: B5; CIÊNCIAS AMBIENTAIS: B4; EDUCAÇÃO, ENGENHARIAS I: B5; ENSINO: B2; GEOGRAFIA: C; INTERDISCIPLINAR: B3. 

 

Publicação e Apoio:

RMP está indexada em:

Instituições de referência para a RMP: