UM ESTUDO DAS VARIÁVEIS QUE IMPACTAM A INOVAÇÃO EM EMPRESAS FAMILIARES E NÃO FAMILIARES: DISCUSSÃO COM FOCO NO PROGRAMA SEBRAE-ALI PERNAMBUCO

Charles Ulises de Montreuil Carmona

Resumo


O presente artigo busca analisar algumas metodologias de análise da inovação em empresas de pequeno porte e sua variação ao longo do ciclo (2016-2017) do Programa ALI. Assim, o trabalho contrapõe a abordagem do Radar da Inovação de Bauchmann e Destefani (2008) com os trabalhos de Murro (2013), De Massis et al (2015) e Nieto et al (2015). Para a realização do artigo foi utilizada uma amostra de 323 empresas correspondentes a 15 agentes locais de inovação que atuam em Pernambuco, utilizando as conclusões de artigos que utilizam a abordagem do radar da inovação (SEBRAE, 2015). Para análise das variáveis do programa no ciclo especificado foi utilizada a regressão logística. Os resultados mostram que houve um aumento discreto do grau de inovação das empresas apesar do aumento das dificuldades negociais como consequência da crise econômica do país durante o período analisado. Os dados da estatística descritiva mostram que as empresas se consolidam principalmente nos setores onde a formação dos empreendedores é cada vez mais especializada. Do mesmo modo, pode-se mencionar da relação entre a idade de fundação da empresa e os negócios do tipo familiar como aspectos relevantes nos resultados. Aspectos estratégicos como a alta autonomia decisional são atributos para o desenvolvimento

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO: B5; ARQUITETURA, URBANISMO E DESIGN: B5; CIÊNCIAS AMBIENTAIS: B4; EDUCAÇÃO, ENGENHARIAS I: B5; ENSINO: B2; GEOGRAFIA: C; INTERDISCIPLINAR: B3. 

 

Publicação e Apoio:

RMP está indexada em:

Instituições de referência para a RMP: