Gestão e Prática de Ações Socioambientais: institucionalização da TI Verde em organizações públicas federais

Jefferson David Araujo Sales, Alessandra C Nogueira Lima, Mai-Ly Vanessa Almeida Saucedo Faro

Resumo


A adoção de uma agenda ambiental da administração pública (A3P), originou uma lacuna no campo da gestão socioambiental, no que diz respeito ao processo de institucionalização dessas ações nas instituições especificamente federais; Assim,  o objetivo principal da deste estudo identificar e descrever como está o processo de institucionalização da TI Verde em organizações públicas dessa forma, buscou-se a identificação de aspectos característicos das etapas do processo de institucionalização, especificado no modelo de Tolbert e Zucker (1999). A estratégia metodológica utilizada foi o estudo de múltiplos casos, com aplicação de entrevistas, e tratamento de dados por análise de conteúdo. Constatou-se que as ações socioambientais implantadas pelas instituições estão razoavelmente disseminadas no cotidiano dos colaboradores, tornando assim, o fenômeno presente de modo significativo, na gestão pública, sugerindo que o mesmo esteja em fase de sedimentação nessas instituições.


Palavras-chave


TI Verde; A3P; Gestão Socioambiental; Processo de Institucionalização.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO: B5; ARQUITETURA, URBANISMO E DESIGN: B5; CIÊNCIAS AMBIENTAIS: B4; EDUCAÇÃO, ENGENHARIAS I: B5; ENSINO: B2; GEOGRAFIA: C; INTERDISCIPLINAR: B3. 

 

Publicação e Apoio:

RMP está indexada em:

Instituições de referência para a RMP: