LOGÍSTICA REVERSA EM UMA EMPRESA DE VAREJO: ANÁLISE À LUZ DA TEORIA DOS SISTEMAS

Cesár Augustus Winck, Simone Sehnem, Andressa Morgan, Cristiane T. Agnolin

Resumo


Este artigo buscou analisar a logística reversa efetuada por uma empresa do setor de varejo de móveis e eletrodomésticos de grande porte, localizada na região Sul do País à luz da teoria dos sistemas. Foi realizado um diagnóstico do funcionamento do sistema de logística reversa adotada, observando-se quais foram suas as limitações e fragilidades, o volume coletado mensalmente e, avaliando a interdependência, entropia, sintropia e homeostase deste processo. Por fim, propôs-se, a partir da ferramenta 5W2H, um plano de ação contendo práticas que podem ser incorporadas a um novo sistema de gestão da logística reversa, levando em consideração os princípios preconizados pela teoria dos sistemas. O estudo se deu através de pesquisa exploratória e classifica-se, com relação ao enfoque, em qualitativo. A pesquisa se classifica com relação aos procedimentos metodológicos em um estudo de caso. Foi possível constatar que a empresa possui uma prática de logística reversa, onde as embalagens dos produtos vendidos aos clientes são coletadas e destinadas para empresas que efetuam a reciclagem dos mesmos. O processo foi implantado no ano de 2012, contudo apresenta limitações principalmente no que se refere ao engajamento dos envolvidos. Portanto, conclui-se que novas ações podem ser empreendidas em um modelo de gestão de logística reversa sustentável.

Texto completo:

PDF

Referências


BERTALANFFY, Ludwig Von. Teoria Geral dos Sistemas: fundamentos, desenvolvimento e aplicações. 6 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.

BRAGA JUNIOR, Sergio Silva. Gestão ambiental no varejo: um estudo das práticas de logística reversa em supermercados de médio porte. Ribeirão Preto, 2007. Dissertação de Mestrado.

BRAGA JUNIOR, Sergio Silva; MERLO, Edgard Monforte; NAGAN, Marcelo Seido.Um estudo comparativo das práticas de logística reversa no varejo de médio porte. Revista da Micro e Pequena Empresa, Campo Limpo Paulista, v.3, n.1, p.64-81, 2009.

DAHER, Cecílio Elias; SILVA, Edwin Pinto De La Sota; FONSECA, Adelaida Pallavicini. Logística Reversa:oportunidade para redução de custos através do gerenciamento da cadeia integrada de valor. Brazilian Business Review. Vitória, v. 3, n. 1, pp. 58-73, 2006.

DEMOJOROVIC, Jacques; MIGLIANO, João Ernesto. Política Nacional de Resíduos Sólidos e Suas Implicações na Cadeia da Logística Reversa de Microcomputadores no Brasil. Revista Gestão & Regionalidade, v. 29, n. 87, p. 64-80, Setembro-Dezembro, 2013. 17 página(s).

FARIA, Ana Cristina; PEREIRA, Raquel da Silva. O Processo De Logística Reversa de Embalagens de Agrotóxicos:um estudo de caso sobre o INPEV. Revista Organizações Rurais & Agroindustriais, Lavras, v. 14, n. 1, p. 127-141, 2012.

FERNANDES, Cláudio de Almeida. TGA: Teoria Geral da Administração. FUPAC – Fundação Presidente Antônio Carlos. Uberlândia, 2010.

FÓRUM DE VAREJO E CONSUMO SUSTENTÁVEL, 2009. Disponível em: http://varejosustentavel.com.br/painel/dbarquivos/dbanexos/publicaoforumwebp.pdf. Acesso em: 05 de julho, 2014.

GIOVANNINI, Fabrizio; KRUGLIANSKAS, Isak. Fatores Críticos de Sucesso para a Criação de um Processo Inovador Sustentável de Reciclagem: um Estudo de Caso. RAC, Curitiba, v. 12, n. 4, p. 931-951, Out./Dez. 2008.

GODOY, Arilda Schimidt. Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas. São Paulo, v. 35, n. 3, p. 20-29, Mai./Jun. 1995.

GOULET, Denis. Desenvolvimento autêntico: fazendo-o sustentável. In: CAVALCANTI, Clóvis (org.). Meio ambiente, desenvolvimento sustentável e políticas públicas. 4.ed. São Paulo: Cortez, 2002.

LEITE, Paulo Roberto. Logística Reversa: nova área da logística empresarial. Revista Tecnológica. São Paulo: Publicare, 2002.

______. Logística Reversa: meio ambiente e competitividade. 2. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2009.

LOPES, Diana Mery Messias. Uma Contribuição na Estruturação dos Fluxos Logísticos Reversos das Lojas de Departamentos. Rio de Janeiro: UFRJ/COPPE, 2009.

MOTTA, Fernando C. Prestes. A Teoria geral dos sistemas na teoria das organizações. Revista de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas. Rio de Janeiro, p. 17-33, Jan./Mar. 1971. Disponível em: http://rae.fgv.br/sites/rae.fgv.br/files/artigos/10.1590_S0034-75901971000100003.pdf. Acesso em: 30 de junho, 2014.

OLIVEIRA, Evandro Luis de; KIST, Daniel; PALUDO, Jorge; YORK, Narciso; SEHNEM, Simone. Logística Reversa: uma análise do descarte de baterias e celulares nos pontos de coleta da Claro em Chapecó/SC. Revista Amazônia, Organizações e Sustentabilidade, v. 2, n. 2, p. 79-95, Julho-Dezembro, 2013. 17 página(s).

PARENTE, Juracy Gomes; TEREPINS, Fanny Michaan. Responsabilidade social empresarial do varejo no brasil. Revista ANGRAD, v. 10, n. 4, Outubro/Novembro/Dezembro 2009.

SANTANA, Dalva. A logística reversa nas transportadoras do estado do Rio Grande do Sul. RACE, Unoesc, v. 7, n. 2, p. 187-198, jul./dez. 2008

SANTOS, Jaqueline Guimarães. A Logística Reversa Como Ferramenta Para A Sustentabilidade: um estudo sobre a importância das cooperativas de reciclagem na gestão dos resíduos sólidos urbanos. Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2012.

SILVA, Adilson Aderito; LEITE, Paulo Roberto. Empresas brasileiras adotam políticas de logística reversa relacionadas com o motivo de retorno e os direcionadores estratégicos? Revista de Gestão Social e Ambiental - RGSA, São Paulo, v. 6, n. 2, p. 79-92, maio/ago. 2012.

UHLMANN, Günter Wilhelm. Teoria Geral do Sistema do Atomismo ao Sistemismo (Uma abordagem sintética das principais vertentes contemporâneas desta Proto-Teoria). São Paulo, 2002.

VIEIRA, José Geraldo Vidal. Avaliação do estado de colaboração logística entre indústria de bens de consumo e redes de varejo supermercadista. Ed. rev. São Paulo, 2006. Tese de Doutorado. Vitória-ES, Brasil – Jan/ Jun 2006. pp. 58-73.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO: B5; ARQUITETURA, URBANISMO E DESIGN: B5; CIÊNCIAS AMBIENTAIS: B4; EDUCAÇÃO, ENGENHARIAS I: B5; ENSINO: B2; GEOGRAFIA: C; INTERDISCIPLINAR: B3. 

 

Publicação e Apoio:

RMP está indexada em:

Instituições de referência para a RMP: