UBER: De Carona no Consumo Colaborativo

José Lucas Silva Siqueira, Antonio Messias Valdevino, Lívia Nogueira Pellizzoni, Thiago Assunção de Moraes

Resumo


Este estudo objetiva entender, no modelo de negócio da empresa Uber, como os colaboradores entendem o sentido de consumo colaborativo proposto pela organização. Dado que o modelo de negócio em estudo provocou uma disrupção no comportamento do consumidor, é imprescindível entender a visão do prestador do serviço, no caso o motorista, pois este também é considerado um consumidor pela empresa. Para tanto, foram realizadas entrevistas com motoristas que ofertam o serviço por meio do aplicativo, e realizando-se a análise interpretativa de seus discursos, concluiu-se que não há uma percepção, pelo menos não em sua totalidade, por parte deles do princípio colaborativo que deu origem ao negócio. A principal implicação gerencial se dá na mudança de visão que o negócio deve possuir dos motoristas, parceiros de negócio.


Palavras-chave


consumo colaborativo; uber; motoristas parceiros.

Texto completo:

PDF

Referências


Bardhi, F., & Eckhardt, G. M. (2012). Access-based consumption: The case of car sharing. Journal of consumer research, 39(4), 881-898.

Bardin, L. (1977). Análise de conteúdo. Lisboa: edições, 70, 225.

De Barros, A. C. P. (2015). Uber: o consumo colaborativo e as lógicas do mercado. Congresso Internacional de Comunicação e Consumo.

Botsman, R., & Rogers, R. (2009). O que é meu é seu: como o consumo colaborativo vai mudar o nosso mundo. Porto Alegre: Bookman.

De Moraes, T. A., de Albuquerque Queiroga Freire, A., Bogoni Bachmann, T. H., & Rodrigues de Abreu, N. (2017). Qualidade em Serviços e Dispositivos Móveis: Uma Análise a Partir da Aplicação do Modelo Servqual. Revista FSA, 14(4).

Bó, D., & Julia, G. (2017). Perspectivas de empoderamento e de resistência em um modelo de economia compartilhada na ótica da teoria das transições: caso Uber no contexto brasileiro (Dissertação de Mestrado). Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Glaser, B. G., & Strauss, A. L. (2017). Discovery of grounded theory: Strategies for qualitative research. Routledge.

Histórias... (2015) Uber apresenta objetivos e metas da empresa no Social Media Week 2015. UBER. Disponível em: https://goo.gl/pV5qHq Acesso em 20 de agosto de 2017.

Lofland, J., Lofland, L. H. (1995) Analyzing social settings: a guide to qualitative observation and analysis. Belmont: Wadsworth.

Maurer, A. M., Figueiró, P. S., Campos, S. A. P. D., Silva, V. S. D., & Barcellos, M. D. D. (2015). Yes, we also can! O desenvolvimento de iniciativas de consumo colaborativo no Brasil. BASE: revista de administração e contabilidade da Unisinos, 12(1), 68-80.

Mendes, F. S., & Ceroy, F. M. (2015). Economia compartilhada e a política nacional de mobilidade urbana: uma proposta de marco legal. Brasília: Núcleo de Estudos e Pesquisas/ CONLEG/Senado, Novembro/2015

Mont, O. (2004). Institutionalisation of sustainable consumption patterns based on shared use. Ecological Economics, 50(1-2), 135-153.

Pratt, M. G. (2009). From the editors: For the lack of a boilerplate: Tips on writing up (and reviewing) qualitative research. Academy of Management Journal, 52(5), 856–862.

Ruic, G. CEO da Uber deixa posto indefinitivamente. Exame. (2017). Disponível em: https://goo.gl/4omkJk Acesso em 20 de agosto de 2017.

Silva, R. A., De Paiva, M. S., & Diniz, G. S. (2017). Desafios jurídico-regulatórios e economia compartilhada: elementos para uma reflexão crítica. Scientia Iuris, 21(2), 98-125.

Teodoro, M. C. M., da Silva, T. C. D. A., & Antonieta, M. (2017). Disrupção, economia compartilhada e o fenômeno Uber. Revista da Faculdade Mineira de Direito, 20(39), 1-30.

Uber. Nossa História.(2017).Uber. Disponível em: https://www.uber.com/pt-BR/our-story/; Acesso em 18 de agosto de 2017.

Villanova, A. L. I. (2015). Modelos de negócio na economia compartilhada: uma investigação multi-caso (Doctoral dissertation). Fundação Getúlio Vargas – FGV.

Zanata, R. A. F.; De Paula, P. C. B., Kira, B. (2015). Contribuições para o debate sobre regulação do aplicativo Uber no Brasil. InternetLab, Disponível em: https://goo.gl/sgu6PK Acesso em 20 de agosto de 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 CBR - Consumer Behavior Review - ISSN 2526-7884

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

  RePEc Ideas

Flag Counter

Consumer Behavior Review - eISSN: 2526-7884

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License