Fatores que Influenciam no Consumo de Carne Ovina

Luthieli Lopes dos Santos, Gustavo da Rosa Borges

Resumo


A presente pesquisa se propôs a analisar quais as variáveis são mais relevantes para os consumidores de carne ovina no município de Dom Pedrito - RS, tendo como objetivo, analisar suas percepções, verificar quais os fatores possuem maior relevância para o consumo da carne, e qual a relação das variáveis com a frequência de consumo. A metodologia utilizada foi à aplicação de um questionário Survey, para coletar dados primários em pontos estratégicos de venda de carne ovina e análise através de estatística descritiva. Obteve-se como resultado atributos intrínsecos como sabor, textura e maciez, e atributos extrínsecos como preço. Além disso, o preço foi a variável responsável por nortear a frequência de consumo. Por fim, estudos que visem o mercado consumidor são de fundamental importância para a cadeia produtiva, pois através das percepções dos consumidores, pode-se oferecer um produto que atenda às necessidades e demanda dos consumidores.


Palavras-chave


Comportamento do consumidor; Mercado; Carne Ovina; Consumo; Ovinocultura

Texto completo:

PDF

Referências


ABPA – Associação Brasileira de Proteína Anima (2016). Disponível em Acesso em: 10 de novembro de 2016.

Bánkuti, F. I., Bánkuti, S. M. S., & Macedo, F. A. (2013). A informalidade em sistemas agroindustriais: um estudo exploratório dos hábitos de consumo de carne ovina na cidade de Maringá, Estado do Paraná. Informações Econômicas, 43(1), 5-17.

Barbosa, M. R., Costa, P. T., Senna, A. J. T., Ferreira, F. R., & Bittencourt, R. F. (2009). Caracterização Do Consumo De Carnes No MunicÍpio De Dom Pedrito-rs. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, 1(1).

Barcellos, M. D. D., Lans, I. A., & Thompson, J. (2007). “Beef lovers”: um estudo cross-cultural sobre o comportamento de consumo de carne bovina (Tese de Doutorado). Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Batista, A. (2008). Qualidade de carne de ovinos Morada Nova, Santa Inês e Mestiços Dorper x Santa Inês submetidos a dietas com diferentes concentrações energéticas. (Tese de Doutorado). Universidade Federal da Paraíba.

Bernués, A., Olaizola, A., & Corcoran, K. (2003). Labelling information demanded by European consumers and relationships with purchasing motives, quality and safety of meat. Meat science, 65(3), 1095-1106.

Bernués, A., Olaizola, A., & Corcoran, K. (2003). Extrinsic attributes of red meat as indicators of quality in Europe: an application for market segmentation. Food quality and preference, 14(4), 265-276..

Bernués, A., Ripoll, G., & Panea, B. (2012). Consumer segmentation based on convenience orientation and attitudes towards quality attributes of lamb meat. Food Quality and Preference, 26(2), 211-220.

Bianchini, B. D. (2015). Caracterização do consumidor da carne ovina da cidade de Dom Pedrito-RS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, 7(2).

Canozzi, M. E. A., Barcellos, J. O. J., Scharnberg, F., Brandão, M. D. D., Bortoli, E. C., Reis, D., ... & Machado, J. A. D. (2013). Caracterização da cadeia produtiva de carne ovina no Rio Grande do Sul, Brasil. Pesq Agrop Gaúcha, 19, 130-139.

Carvalho, R. B. (2016). Potencialidades dos mercados para os produtos derivados de caprinos e ovinos.

Costa, R. G., da Silva, N. V., de Medeiros, G. R., & Batista, A. S. M. (2011). Características sensoriais da carne ovina: sabor e aroma. Revista Científica de Produção Animal, 11(2).

Davies, A., & Cline, T. W. (2005). A consumer behavior approach to modeling monopolistic competition. Journal of Economic Psychology, 26(6), 797-826.

De Bortoli, E. D. C. (2008). O mercado de carne ovina no Rio Grande do Sul sob a ótica de diversos agentes. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

FAO - Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (2007). Estatísticas FAO. Disponível em: . Acesso em 02 de junho 2017.

Firetti, R., Alberti, A. L. L., Zundt, M., Carvalho-Filho, A. A. D., & Oliveira, E. C. D. (2017). Identificação de Demanda e Preferências no Consumo de Carne Ovina com Apoio de Técnicas de Estatística Multivariada. Revista de Economia e Sociologia Rural, 55(4), 679-692.

Font-i-Furnols, M., & Guerrero, L. (2014). Consumer preference, behavior and perception about meat and meat products: An overview. Meat science, 98(3), 361-371.

Gracia, A., & de-Magistris, T. (2013). Preferences for lamb meat: A choice experiment for Spanish consumers. Meat science, 95(2), 396-402.

Gonçalves, M.S. et al. (2011). Acceptance of sheep and goat meat from Alto Camaquã. Revista Argentina de Producción Animal, 1, 113-113.

Guerreiro, J., Rita, P., & Trigueiros, D. (2015). Attention, emotions and cause-related marketing effectiveness. European Journal of Marketing, 49(11/12), 1728-1750.

Hamlin, R. (2016). Functional or constructive attitudes: Which type drives consumers' evaluation of meat products? Meat science, 117, 97-107.

Howard, J. A., & Sheth, J. N. (1969). The theory of buyer behavior. New York, 63.

Kotler, P., & Keller, K. L. (2012). Administração de Marketing. São Paulo: Pearson.

Lopes, M. A., Maia, É. M., Bruhn, F. R. P., Custódio, I. A., da Rocha, C. M. B. M., & Faria, P. B. (2017). Fatores associados à percepção e atitude de consumidores de carne bovina com certificação de origem em Uberlândia, Minas Gerais. Ceres, 64(1).

Lucchese-Cheung, T., Batalha, M. O., & Lambert, J. L. (2012). Comportamentos do consumidor de alimentos: tipologia e representação da comida. Agroalimentaria, 18(35).

Mattar, F. (2011). Pesquisa de Marketing: Metodologia e Planejamento. 6ed. São Paulo: Atlas.

Mercio, T. Z. (2013). O comportamento do consumidor de carne ovina e sua percepção de qualidade por meio de pistas e atributos (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Neves, M.; Castro, L. (2011). Marketing e estratégia em agronegócios e alimentos. 1ed. São Paulo: Atlas.

Nocchi, E. (2001). Os efeitos da crise da lã no mercado internacional e os impactos sócio-econômicos no município de Santana do Livramento–RS–Brasil (Dissertação de Mestrado). Universidad Nacional de Rosario, Rosario, Argentina).

Osório, J. C. D. S., Osório, M. T. M., & Sañudo, C. (2009). Características sensoriais da carne ovina. Revista Brasileira de Zootecnia, 38, 292-300.

Paiva, S. R., Silvério, V. C., Paiva, D. D. F., McManus, C., Egito, A. A., Mariante, A. D. S., ... & Dergam, J. A. (2005). Origin of the main locally adapted sheep breeds of Brazil: a RFLP-PCR molecular analysis. Archivos de Zootecnia, 54(206-207), 395-399.

Ponnampalam,E. N., Holman, B. W. B, & Scollan, N. D. (2016). Sheep: Meat. Encyclopedia of Food and Health, 750-757.

Portela, C. (2016). O Marketing e o Comportamento do Consumidor. PUC – MBA em Marketing, São Paulo.

Ramos Filho, F. S. V. (2006). Qualidade na cadeia da carne bovina: o caso da carne orgânica (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Resurreccion, A. V. A. (2004). Sensory aspects of consumer choices for meat and meat products. Meat Science, 66(1), 11-20.

Reys, M. A., Silveira, V. C. P., Viana, J. G. A., de Castro Gabriel, C., & Barchet, I. (2010). Atributos de Importância na Compra de Carne Ovina pelos Consumidores de Santa Maria, RS. Revista em Agronegócio e Meio Ambiente, 3(2), 201-210.

Saab, M. S. B., Neves, M. F., & Cláudio, L. D. G. (2009). O desafio da coordenação e seus impactos sobre a competitividade de cadeias e sistemas agroindustriais. Revista Brasileira de Zootecnia, 412-422.

Sánchez, M., Beriain, M. J., & Carr, T. R. (2012). Socio-economic factors affecting consumer behaviour for United States and Spanish beef under different information scenarios. Food Quality and Preference, 24(1), 30-39.

Sorio, A. (2008). Consumo Brasileiro de Carne Ovina: Como foi em 2007? Revista o Berro, 110, Abril de 2008.

Sorio, A., & Rasi, L. (2010). Ovinocultura e abate clandestino: um problema fiscal ou uma solução de mercado? Revista de Política Agrícola, 19(1), 71-83.

Traoré, S. G., Fokou, G., Ndour, A. P. N., Yougbare, B., Koné, P., Alonso, S., ... & Bonfoh, B. (2018). Assessing knowledge, beliefs and practices related to the consumption of sheep and goat meat in Senegal. Global food security, 19, 64-70.

Trigueiros, J. G. P. R. D. (2015). Attention, emotions and cause related marketing effectiveness. European Journal of Marketing, 49, p. 1728-1750.

Verbeke, Wim; Viaene, Jacques. (1999). Beliefs, attitude and behaviour towards fresh meat consumption in Belgium: empirical evidence from a consumer survey. Food quality and preference, 10(6), 437-445.

Viana, J. G. A. (2008). Panorama geral da ovinocultura no mundo e no Brasil. Revista Ovinos, 4(12), 44-47.

Viana, J. G. A., & Silveira, V. C. P. (2009). Cadeia produtiva da ovinocultura no Rio Grande do Sul: um estudo descritivo. Revista em Agronegócio e Meio Ambiente, 2(1), 9-20.

White, C. (2015). The impact of motivation on customer satisfaction formation: a self-determination perspective. European Journal of Marketing, 49(11/12), 1923-1940.

Zamberlan, L., Sparemberger, A., Büttenbender, P. L., Wagner, A., & Zamin, M. (2008). As atitudes do consumidor de carne: um estudo exploratório das percepções e o papel da cultura no consumo. XXXII Encontro da ANPAD, Rio de Janeiro/RJ.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 CBR - Consumer Behavior Review - ISSN 2526-7884

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

 RePEc Ideas

Flag Counter

Consumer Behavior Review - eISSN: 2526-7884

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License