A Evasão em um Curso de Matemática em 30 Anos

Marilena Bittar, Adriana Barbosa de Oliveira, Rafael Monteiro dos Santos, Sonia Maria Monteiro da Silva Burigato

Resumo


Este artigo discute a atuação profissional e a relação existente entre a quantidade de ingressantes e de egressos do curso de Licenciatura em Matemática da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, campus de Campo Grande, no decorrer de seus trinta (30) anos de existência. Esse estudo integra a pesquisa que investiga três décadas de existência desse curso buscando relacionar suas matrizes curriculares com seus egressos para entender tanto o baixo quantitativo de formandos quanto a (não) opção pela carreira docente após o término do curso, seja na educação básica ou no ensino superior. O estudo apresenta abordagem qualitativa dos dados produzidos. As informações sobre a quantidade de egressos desse curso foram fornecidas pela secretaria acadêmica do Centro de Ciências Exatas e Tecnologia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Posteriormente os dados sobre a atuação profissional e outras informações sobre esses egressos foram obtidas via questionário enviado por e-mail e por professores do curso que tinham informações sobre seus ex-alunos. O alto índice de evasão existente no curso ao longo dos trinta (30) anos de sua existência é expressivo; apenas cerca de 20% dos ingressantes concluíram o curso. Nota-se ainda que parte desses egressos optou pelo Ensino Superior devido à falta de atrativos profissionais para a atuação na Educação Básica. Os resultados revelam a necessidade de mudanças no curso no sentido de aumentar a quantidade de egressos e melhor prepará-los para atuarem nos ensinos fundamental e médio e de políticas públicas para atrair os jovens para a profissão docente.

 


Palavras-chave


egressos; licenciatura em Matemática; formação inicial; atuação profissional; carreira docente

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36397/emteia.v3i1.2168

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2177-9309

Contato: revista.emteia@ufpe.br