UN EXEMPLE D’APPORT D’OUTILS THEORIQUES DE DIDACTIQUE POUR L'OBSERVATION DE CLASSES UM EXEMPLO DE CONTRIBUIÇÃO DE FERRAMENTAS TEÓRICAS DE DIDÁTICA PARA A OBSERVAÇÃO DE CLASSES

Claude Comiti

Resumo


O pesquisador em didática da matemática investiga especificamente as interações entre os diversos componentes do sistema didático que se desenvolvem ao longo do processo de ensino e aprendizagem. Portanto, a observação de classes é para ele uma ferramenta privilegiada. Neste artigo, discutimos em primeiro lugar o problema da tomada de informações durante a observação de classes, os meios desta tomada de informações seus momentos-chave e suas dificuldades. Explicitamos, em seguida, as hipóteses sobre a aprendizagem adotadas em didática e a importância para as aprendizagens do ambiente no qual os alunos estão inseridos, ambiente este modelizado em termos de "meio" na Teoria das Situações (Brousseau 1989). Na última parte do artigo, mostramos o interesse das análises a priori e a posteriori da situação para o estudo de uma situação particular. Para tanto, nos apoiamos no exemplo de uma pesquisa (Comiti e al., 1995) cujo objeto era identificar e modelizar os fenômenos didáticos relativos às interações de classe no caso do "ensino da raiz quadrada em classe de 3 ° da escola mediana na França2". Trata-se ao mesmo tempo de: - modelizar certas interações didáticas pela caracterização de fenômenos didáticos particulares que permitem dar um significado a certos desfuncionamentos de situações didáticas; - mostrar como as ferramentas didáticas, "meio", “análise a priori" e "análise a posteriori" fornecem recursos não apenas de descrição, mas também de interpretação de certos eventos que surgem em situação de classe.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36397/emteia.v1i1.2181

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2177-9309

Contato: revista.emteia@ufpe.br