PRINCIPAIS DIFICULDADES PERCEBIDAS NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA EM ESCOLAS DO MUNICÍPIO DE DIVINÓPOLIS, MG ( ).

Giovani Resende, Maria da Gloria Bastos de Freitas Mesquita

Resumo


RESUMO

Este artigo retrata uma pesquisa realizada com professores e alunos de matemática do ensino fundamental e médio com a finalidade de diagnosticar as principais dificuldades encontradas no processo ensino-aprendizagem, suas causas e sugestões de mudanças,  confrontando escolas públicas e particulares do município de Divinópolis (MG). Foram analisados, em forma de pesquisa participativa, entrevistas e questionários a percepção de alunos e professores em quatro escolas da área urbana do município. Os resultados mostraram  principalmente que há uma dificuldade em relação à linguagem usual dos alunos e a linguagem matemática, o que dificulta a interpretação dos textos matemáticos e a proposição de questionamentos. Os alunos justificam a causa de suas dificuldades devido a apresentarem problemas quanto à assimilação da matéria, tempo curto para dedicação ao estudo da disciplina e empenho nos estudos. Os professores também consideram a relevância de suas participações, que devem ser mais em conjunto com a comunidade estudantil envolvida e, afirmam que os cursos de formação inicial estão fracos e ineficientes. Precisariam deste modo, de uma formação continuada através de cursos, seminários e congressos o que seria produtivo para atualização de seus conhecimentos e eficiência no trabalho docente.

 


Palavras-chave


dificuldades de aprendizagem; linguagem matemática; formação continuada.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36397/emteia.v3i3.2193

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2177-9309

Contato: revista.emteia@ufpe.br