Criando maquetes de papel a partir de modelos numéricos tridimensionais: considerações acerca da modelagem, planificação, corte a lâmina e montagem dos objetos

Maria Luiza Santana, Rafaela Yong, Érica Checcucci

Resumo


Este artigo é o resultado parcial de uma pesquisa que estuda a modelagem e
fabricação digital de formas arquitetônicas complexas. Apresenta e discute
experimentos que investigaram métodos e técnicas de criação de maquetes de
papel utilizando como base modelos numéricos que foram planificados, cortados
à lâmina e colados. O principal objetivo foi construir conhecimento e
sistematizar orientações para otimizar o processo de transformação do modelo
digital no modelo físico de modo a garantir bom acabamento e precisão
adequada, de acordo com a escala escolhida. Esta pesquisa é qualitativa,
caracterizada pela realização de estudos exploratório-descritivos combinados,
com crescente aumento da complexidade das formas construídas. Os objetos
foram modelados no software SketchUp, planificados, editados e organizados
para corte utilizando o Inkscape e enviados para a cortadora de papel através do
programa Silhouette Studio. Dentre os principais resultados da pesquisa,
destaca-se a sistematização de um conjunto de orientações para a otimização do
trabalho de fabricação de maquetes em papel. Para isto, a pesquisa possibilitou
a produção de um quadro comparativo onde cada experimento pôde servir como
parâmetro avaliativo dos métodos de fabricação digital utilizados.


Palavras-chave


modelo numérico; maquete; fabricação digital; corte à lâmina.

Texto completo:

PDF

Referências


CELANI, G.; PUPO, R. T. Prototipagem rápida e fabricação digital para arquitetura e

construção: definições e estado da arte no brasil. Cadernos de Pós-Graduação em

Arquitetura e Urbanismo, 2008. Disponível em:

http://www.mackenzie.br/dhtm/seer/index.php/cpgau/article/download/244/103. Acesso

em: 14 jun. 2015.

SERRA, G. G. Teoria, simulação e modelo na arquitetura. In: ENCONTRO NACIONAL DE

MODELOS DE SIMULAÇÃO DE AMBIENTES, 1995, São Paulo. Anais... São Paulo, FAUSP, 1995.

p. 9-18. Disponível em:

http://www.infohab.org.br/acervos/pdf/codigo_biblio/19154/titulo/Teoria,%20simula%C3

%A7%C3%A3o%20e%20modelo%20na%20arquitetura. Acesso em: 12 maio 2015.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 2 ed. São Paulo: Editora Atlas, 1989.

LIMA, T. B. S. Uso da simulação computacional em projeto de iluminação interna. 2003.

Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) – Faculdade de Arquitetura, UFBA,

Salvador, 2003.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo:

Editora Atlas, 2003.

PUPO, R. T. Ensino da prototipagem rápida e fabricação digital para arquitetura e construção

no Brasil: definições e estado da arte. PARC Pesquisa em arquitetura e construção.

Campinas, v. 1, n. 3, 2008. Disponível em: http://www.fec.unicamp.br/~parc/vol1/n3/vol1-

n3-pupo.pdf. Acesso em: 4 maio 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.