Controle Ideológico: uma Reflexão Teórica sobre os Princípios que Orientam as Práticas da Gestão da Qualidade

Adílio Renê Almeida Miranda, Mônica Carvalho Alves Cappelle, Fernanda Pierangeli Fonseca, Maria Clara Koenigkam de Oliveira

Resumo


As mudanças no sistema produtivo advindas principalmente do processo de reestruturação
produtiva ensejam a adoção de novas tecnologias de gestão, sendo uma delas os programas de
gestão da qualidade. Há, desta forma, uma reorganização do sistema de trabalho, emergindo
novos elementos que reconfiguram as relações de trabalho no espaço organizacional Entretanto, há
contraposições entre discursos científicos e gerenciais acerca dos benefícios e implicações da
implementação de sistemas de gestão da qualidade nas organizações. Os estudos críticos inserem-
se nesse contexto, a fim de desvelar as diversas facetas das novas tecnologias de gestão, não
contempladas pela teoria organizacional tradicional. O objetivo deste trabalho foi discutir os
princípios da gestão da qualidade considerando-os como formas de controle ideológico. O quadro
analítico amparou-se nos princípios: 1- foco no cliente, 2- liderança, 3- envolvimento das pessoas,
4- abordagem do processo e abordagem sistêmica para a gestão, 5 – melhoria contínua, 6 –
abordagem factual para tomada de decisões e 7 – benefícios mútuos com fornecedores. Tentou-se
apresentar aquilo que “não pode ser dito” por meio dos discursos organizacionais. Desse modo,
pretende-se contribuir para os estudos críticos, ao mesmo tempo em que se efetua um
questionamento da práxis organizacional.  

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................