Aprendizagem Transformadora: Integrando a Reflexão Crítica na Formação Gerencial

Lisiane Quadrado Closs, Claudia Simone Antonello

Resumo


Dadas as crescentes demandas por aprendizagens exigidas de gestores no atual contexto e a
importância de seu papel tanto para as organizações como para a sociedade, sugere-se a
necessidade de uma ampliação de perspectivas para a educação gerencial. As instituições de
ensino em Administração vêm sofrendo diversas críticas oriundas da corrente gerencialista liderada
por Mintzberg, que destaca a importância da reflexão para a aprendizagem gerencial; e da filiada
aos Critical Management Studies, que enfatiza o papel da reflexão crítica, passível de estimular
uma ampliação de consciência para enfrentar as problemáticas atuais. Em levantamento realizado
sobre estudos desenvolvidos no Brasil enfocando a aprendizagem gerencial, corrobora-se a
importância da reflexão nos processos de aprendizagem de gestores e a importância do papel da
reflexão crítica. Essa última, no entanto, ainda é pouco evidenciada no meio gerencial ou na
educação de gestores. Sugere-se que a teoria da aprendizagem transformadora possa contribuir
para ampliar as perspectivas da aprendizagem gerencial, a partir do suscitar de reflexões críticas
que favorecem o pensamento autônomo, a liberação de pressupostos condicionados sobre o
mundo, sobre os outros e sobre si, cruciais para o mundo do trabalho, para a cidadania e para a
tomada de decisões morais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................