A MANIFESTAÇÃO DO NARCISISMO NAS PRÁTICAS DISCURSIVAS DE LIDERANÇA

Valdir Machado Valadão Júnior, Cintia Rodrigues de Oliveira Medeiros, Maria Cecília Lima

Resumo


Esse trabalho busca evidências do narcisismo no discurso de liderança presentes em artigos
publicados em periódicos orientados para a área de gestão, veiculados nacionalmente. As
evidências foram buscadas não só no que se diz ao liderar e para liderar, mas, também, no que é
dito sobre a liderança, ou seja, as práticas discursivas (BARRET et al, 1995) e as interpretações
fornecidas pelos atores constituem o ponto de partida. A liderança será investigada como geradora
de significados, como uma realidade socialmente construída, constituindo-se em uma forma
legitimada a que recorre o indivíduo que tem em vista ascender a uma posição de líder. Estudos
que relacionam narcisismo e liderança (KETS DE VRIES E MILLER, 1990; SANKOWSKY,1995;
LUBIT,2002) alertam para os possíveis danos e problemas ocasionados pela presença de indivíduos
narcisistas em cargos de liderança, ressaltando os perigos de uma cultura de tolerância ou, mais
grave ainda, o enaltecimento do narcisismo em indivíduos que ocupam tais cargos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................