COMPETÊNCIAS ORGANIZACIONAIS: DESVENDANDO A INOVAÇÃO EM EMPRESAS DE MANUFATURA

Grace Vieira Becker, Neila Conceição Viana da Cunha

Resumo


O ambiente turbulento do mercado exige a busca constante de inovações por parte das empresas
que pretendem manter uma posição competitiva. Para gerar inovação é preciso desenvolver
competências internas, promovendo um ambiente colaborativo e propício à geração de novas
idéias. Por competência, entende-se o conjunto de capacidades específicas postas em ação, que
compõem a estratégia empresarial, para garantir sua competitividade. O objetivo do artigo é
identificar e caracterizar as principais competências organizacionais que promovem a inovação em
empresas de manufatura. O artigo trata de um estudo exploratório. O método de pesquisa foi o
estudo de casos. Foram analisadas duas empresas do tipo make-to-order. A coleta e a análise dos
dados basearam-se em entrevistas em profundidade, observação direta e dados secundários. Os
resultados mostram que a capacidade de inovação das organizações sustenta-se pelas
competências “confiabilidade do produto” e “capacidade de aprender”. Nesse sentido, a
configuração das características que compõem estas competências atende às especificidades de
cada empresa. A capacidade de inovação deve ser considerada sob o enfoque sistêmico. A
inovação é vista como resultado de um esforço coletivo e contínuo de todas as áreas da
organização e não apenas das operações de P&D.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................