IDENTIDADE DECASSEGUI: REALIDADE OU CASUALIDADE?

Márcia Akemi Fuzioka, Luciano Mendes, Maria Iolanda Sachuk, Elisa Yoshie Ichikawa

Resumo


Este trabalho visa contribuir para a reflexão de experiências “transnacionais” em contextos diversos,
com ênfase em reconstruções identitárias e nos novos problemas de cidadania que se levantam com a
experiência migratória. O universo a ser explorado é dos brasileiros, descendentes de japoneses, que
buscam melhores condições de vida trabalhando no Japão, chamados de  decasseguis. Assim, o
presente artigo tem como objetivo geral apreender as transformações identitárias desses
trabalhadores expatriados, descrevendo as experiências de indivíduos durante o processo de
expatriação e retorno ao Brasil. Em termos metodológicos, a investigação se caracteriza como
descritiva e qualitativa. A coleta de dados deu-se por meio de entrevistas semi-estruturadas. A análise
dos dados mostrou que os sujeitos passam por diversos momentos em sua trajetória como
decasseguis, que contribui para uma fragmentação identitária. Isso instaura a (re)construção de uma
nova identidade, aqui chamada de identidade decassegui.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................