REDES SOCIAIS NO DESENVOLVIMENTO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA

Julieta Costa Cunha, Janann Joslin Medeiros

Resumo


A teoria sobre inteligência competitiva (IC) encontra-se em estado muito incipiente e pouco se
sabe sobre como IC, na prática, é gerada nas organizações. A pesquisa exploratória aqui
reportada detalha como são estruturadas e como funcionam as redes sociais de informação para
desenvolvimento da inteligência competitiva em organização com sistema de IC implantado. 
Utilizou-se uma metodologia mista (quantitativa e qualitativa) para coleta e análise dos dados. 
Foi evidenciada a possível importância do aspecto temporal no estudo de redes sociais, a fim de
se identificar o papel do estágio de consolidação na atuação da rede, o grau de formalidade que
existe, a confiança gerada na IC, a reciprocidade entre os membros, entre outros aspectos. 
Concluiu-se que o processo de IC na organização ainda não se consolidou, o que pode se
relacionar com vários dos fatos observados na pesquisa.  Observou-se, também, que a rede
estudada possui conectividade, mas não coerência, o que pode se relacionar com a maneira
vertical e hierárquica em que se estrutura a rede.  Apontam-se alguns caminhos para futuros
estudos visando desenvolver a teoria que trata de redes sociais na geração de IC. 
Palavras-chave: Inteligência competitiva, redes sociais, redes humanas, redes formais e
informais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


..................................................................................................................................................................................................................................................................................